Tamanho do texto

Clube abriu portões de seu CT para torcedores e mais de 6 mil pessoas viram os primeiros passos do ídolo como treinador

Zidane comanda seu primeiro treino no Real Madrid
Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images
Zidane comanda seu primeiro treino no Real Madrid

O novo treinador do Real Madrid, o francês Zinedine Zidane, dirigiu nesta terça-feira seu primeiro treino à frente do conjunto madrilenho, que esteve marcado pelo abundante público, a maioria crianças, que lotaram as arquibancadas do estádio Alfredo Di Stefano de Valdebebas.

A chegada de Zidane ao banco do Real Madrid, em substituição de Rafa Benítez, parece que iludiu a torcida, que nesta terça-feira compareceu em massa à CT para presenciar o primeiro treino do francês à frente da equipe.

Meia hora antes do início, o estacionamento do estádio Alfredo Di Stefano já estava cheio e, perante a chegada em massa de carros que seguiam entrando nas instalações, a segurança do clube começou a dirigir os torcedores a outro estacionamento que também ficou cheio.

Zidane bateu uma bolinha no seu primeiro dia de treinos como técnico do Real Madrid
Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images
Zidane bateu uma bolinha no seu primeiro dia de treinos como técnico do Real Madrid

Com cinco minutos de atraso sobre a hora prevista, os jogadores madrilenhos foram entrando no gramado perante os aplausos da torcida. A maior ovação foi para o próprio Zidane, que foi o último a sair do túnel.

"Todos os jogadores são importantes. Vamos ver agora o que vamos fazer", disse Zidane, ao ser perguntado sobre a possível saída de Isco e James Rodríguez. "Não há motivo para essa comparação (com Guardiola). O que ele está fazendo é impressionante. Nunca fiz isso como jogador e não vou fazer como treinador", comentou logo em seguida.

Zidane orienta os jogadores em seu primeiro treino no Real Madrid
Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images
Zidane orienta os jogadores em seu primeiro treino no Real Madrid

Após uma volta no campo correndo, os jogadores foram convocados por Zidane, que falou um pouco com eles antes de iniciar um circuito físico e algumas atividades com bola.

Posteriormente, o técnico francês mandou seus três goleiros (Keylor Navas, Kiko Casilla e Rubén Yáñez) realizar trabalhos específicos e o resto foi dividido em dois grupos.

Sergio Ramos não participou de nenhum desses dois exercícios, assim como Danilo e Pepe.

Zidane e Cristiano Ronaldo no primeiro treino do ex-jogador como técnico do Real Madrid
Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images
Zidane e Cristiano Ronaldo no primeiro treino do ex-jogador como técnico do Real Madrid

O único jogador que não apareceu em nenhum momento da sessão no gramado foi o galês Gareth Bale, que ficou trabalhando na academia.

Durante a sessão, Zidane esteve escoltado o tempo todo por David Bettoni, que conheceu com 19 anos no Cannes e com o qual compartilhou a maior parte de sua trajetória profissional desde então, incluída sua etapa como técnico do Castela.

Confira os principais pontos da primeira entrevista de Zidane no cargo

Motivação
Quero muito isso. Estou motivado e muita esperança e tomara que tudo saia muito bem. A sensação é boa. Nunca um treinador está completamente preparado. Estou motivado e tenho muita esperança e isso é o que vai conduzir bem o trabalho.

Sobre Guardiola
Vou tentar fazer o meu melhor. Ele é formidável e está fazendo coisas impressionantes. Não vou ficar me comparando a ele. Não fiz isso como jogador e não vou fazer como treinador. Vou fazer o possível para fazer um bom trabalho.

Referências como técnicos
Eu conheci Mourinho, Ancelotti... Sempre você tira algo de cada um. Agora, o que eu tenho que fazer é treinar do meu jeito, como eu achar conveniente. Sem imitar o que fazem os outros treinadores.

Primeiras ações
Vou tentar dar um toque pessoal, um toque ofensivo, de forma que os jogadores se sintam bem. Da mesma forma como fez o Rafa Benítez.

Como mudar o cenário
O importante é incentivar os jogadores. Eles têm feito um bom trabalho. Haverá uma mudança de estilo, mas o trabalho do Rafa Benitez foi bom. Desejo-lhe sorte.

Sobre chateação de Bale com saída de Benítez
Sei que Gareth pode ter ficado chateado porque era um técnico importante para ele, mas vou tentar dar o mesmo carinho que o Rafa dava a ele. Eu vou dar todo o apoio para ele jogar bem.

Auxiliares
Há pessoas que estarão ao meu lado, com quem já trabalhei. Serão da minha equipe de trabalho. Nada mais. Não buscarei um segundo treinador.

Trio BBC (Benzema, Bale, Cristiano)
Sempre jogarei com os três. Essa é a ideia.