Tamanho do texto

Após observar atleta em intermcâmbio, Botafogo fecha contrato com o jogador até o final da temporada de 2017

Ma Sheng assinou com o Botafogo-SP até abril de 2017
Luis Augusto/Ag. Botafogo
Ma Sheng assinou com o Botafogo-SP até abril de 2017


A China tem sido um terror para os clubes brasileiros durante esta janela de transferências. Com muito dinheiro, os clubes do país são capazes de fazer propostas de salários exorbitantes para os jogadores, dificultando a permanência deles no Brasil. Jadson e Luís Fabiano são exemplos de atletas já vendidos aos chineses, que ainda podem levar Elias, Renato Augusto e Anderson. 

Um clube, no entanto, resolveu fazer o caminho inverso e contratar um chinês. O Botafogo-SP anunciou a contratação de Ma Sheng, zagueiro de 18 anos do Olé Beijing, clube da terceira divisão da China, com o qual o time de Ribeirão Preto firmou uma parceria. 

O acordo entre as equipes prevê que o Olé Beijing mande atletas durante uma temporada para as categorias de base do time brasileiro e, depois do período, os jogadores voltem para seu clube de origem. No entanto, Ma Sheng chamou a atenção dos dirigentes do Botafogo durante seu intercâmbio, sendo convidado a permanecer no time. 

Apesar de fazer parte dos planos do clube, Ma Sheng não deve ser inscrito no Campeonato Paulista deste ano. A Federação Paulista de Futebol (FPF) limita a inscrição de 28 jogadores, condição que deve deixar o chinês fora do torneio. 

"Estou muito feliz com essa oportunidade que o Botafogo está me dando e prometo me esforçar ao máximo para que possa corresponder a essa confiança e também buscar o meu espaço", disse o atleta.

Também conhecido pelo apelido de Gattuso, por gostar do estilo de jogo do ex-volante italiano, Ma Sheng permaneceu no programa de intercâmbio durante três anos, até que atingisse a maioridade e pudesse assinar um contrato profissional.