Tamanho do texto

Mídia espanhola dá pouca atenção ao caso de ofensas racistas contra o craque brasileiro no clássico da Catalunha

Neymar observa a torcida no estádio do Espanyol
David Ramos/Getty Images
Neymar observa a torcida no estádio do Espanyol


Se a mídia espanhola não deu muita atenção a mais um episódio de racismo em seu campeonato, com o atacante Neymar sendo ofendido por torcedores do Espanyol  no clássico da Catalunha, para o zagueiro Gerard Piqué é importante que aqueles que insultaram seu companheiro sejam identificados e devidamente punidos. 

"Se o que aconteceu foi isto, obviamente que se tem de denunciar e tomar as medidas oportunas. As pessoas que tenham feito isso são as culpadas, e não a torcida do Espanyol como um tudo. É preciso identificá-los um a um", disse o zagueiro do Barcelona, neste sábado. 

O veterano meia Andrés Iniesta afirmou que viu um torcedor do rival catalão se dirigir de maneira ofensiva ao craque brasileiro no primeiro tempo, durante a cobrança de um escanteio. 

Veja a classificação atualizada do Campeonato Espanhol

Em post no Twitter, Toni Freixa, ex-dirigente e virtual candidato a presidente do clube, escreveu em catalão: “Espero que os gritos racistas a Neymar sejam registrados na ata da arbitragem”.

O caso, porém, não ganha muita repercussão nos principais veículos de comunicação da Espanha. Nesta manhã de domingo, apenas o diário "Sport", de Barcelona, dava manchete ao caso, destacando uma foto postada por Neymar em seu perfil no Facebook – justamente a imagem publicada acima, com o brasileiro em primeiro plano, diante da torcida. Em suas outras redes sociais, o atleta não se pronunciou.

O jornal "Mundo Deportivo", praticamente uma fonte oficial nos assuntos do Barça, registra o episódio sem maior alarde, contando também que o atacante foi perseguido pelos adversários em campo. No primeiro tempo, o jogador sofreu cinco das 12 faltas cometidas pelo Espanyol. 

"Quando jogamos aqui, esperamos que os jogos sejam muito intensos. Eles nos apertam muito, e hoje foi assim", disse Piqué. "O campo de jogo não ajudava, e tínhamos de controlar mais a bola. Foi uma partida incômoda."

Com o empate, o Barcelona chegou ao sexto ponto perdido pelo Espanhol desde que goleou o Real Madrid no Santiago Bernabéu por 4 a 0. O líder, agora isolado, é o Atlético de Madrid.