Tamanho do texto

Como após contra o Flamengo, no único triunfo do Corinthians em setembro, técnico não poderá escalar mesmo time de vitória contra o Bahia

Guerrero, Emerson e Pato em treino do Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Guerrero, Emerson e Pato em treino do Corinthians

O Corinthians demorou um mês para vencer. Fez 2 a 0 no Bahia na quarta-feira após oito jogos sem vitórias. E como no único triunfo em setembro, contra o Flamengo, Tite não poderá contar com alguns dos jogadores que participaram da vitória. Alexandre Pato, convocado para a seleção brasileira, e Emerson Sheik, suspenso, não enfrentam o Atlético-MG.

Veja a classificação, tabela de jogos, artilharia e notícias do Brasileirão

Há um mês Pato marcou duas vezes contra o Flamengo e não enfrentou o Internacional na rodada seguinte por ter sido convocado. O mesmo aconteceu com Guerrero, chamado pela seleção peruana. 

"Você vê como é complicado o quebra-cabeça. Fizemos quatro gols contra o Flamengo e tivemos Douglas, Romarinho, Pato e Guerrero. Aí descambou e no outro jogo não tinha dois (Pato e Guerrero). Ai tu remonta. E agora vai de novo", disse Tite, após a vitória sobre o Bahia em Mogi Mirim. 

Foram dois jogos sem Pato e Guerrero, os principais artilheiros do time no ano (derrota para o Inter e empate contra o Náutico). O peruano ainda não enfrentou o Botafogo. Pato jogou o segundo tempo naquela derrota.

Pato vai desfalcar o Corinthians por quatro jogos por causa da seleção brasileira

Pesa ainda contra a montagem do time, as lesões de alguns titulares como Guilherme (que voltou contra o Bahia) e Renato Augusto (sem previsão de volta). Há ainda as habituais suspensões de Emerson Sheik. Contra o Bahia o atacante recebeu mais um cartão amarelo e não joga. A zaga com Cléber e Felipe, junta pela primeira vez na quarta, deve dar lugar a Paulo André e Gil, que voltam de suspensão. 

"O grande detalhe é que tivemos muito atletas machucados. E o atleta que não está preparado para a função não pega a mecânica da equipe. O Guilherme estava ajustando, o Ibson nåo tinha muitos treinamentos para assumir a função. Então essa mecânica também ficou prejudicada", argumentou Tite.

Contra o Atlético-MG, domingo, no Estádio Independência, Guerrero ainda estará à disposição, mas logo depois do jogo viajará para defender o Peru nas eliminatórias nos dias 11 e 15. Ele desfalca o Corinthians contra Atlético-PR (dia 9), São Paulo (dia 13) e Grêmio (dia 16). Pato também não estará à disposição nestes jogos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.