Tamanho do texto

Treinador avaliou a participação do meia diante do Coritiba e disse que sabia dessa ansiedade dentro de campo

O novo sucessor de Paulinho é Ibson. Ainda enfrentando desconfiança de parte da torcida do Corinthians, o companheiro de Ralf no meio-campo do Corinthians estreou como titular na vaga do lesionado Guilherme na vitória por 1 a 0 sobre o Coritiba , no domingo, no Pacaembu.

"Ele foi um pouquinho ansioso", analisou o técnico Tite, sem crucificar Ibson. "Isso é natural pela expectativa dele em relação ao primeiro jogo completo pelo Corinthians. Eu sabia que haveria ansiedade. Foi por isso mesmo que falei para ele se concentrar", acrescentou.

Emerson e Tite evitam polemizar com irritação após substituição

Tite deu um exemplo do nervosismo de Ibson no confronto do fim de semana. "Ele deixou o Guerrero na cara do gol em uma jogada, mas em impedimento. Se estivesse mais ajustado à equipe, teria dado o passe antes", comentou, sorrindo.

Ibson, meia do Corinthians
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians
Ibson, meia do Corinthians

Parte da torcida do Corinthians não teve a mesma paciência do treinador. O gaúcho ouviu diversos pedidos para sacar Ibson e improvisar Renato Augusto como volante durante o jogo contra o Coritiba.

"Mas o Renato pediu para sair! O torcedor não vê essas coisas", disse Tite, ainda de bom humor, aproveitando os problemas físicos para incentivar os seus reservas. "Repito bastante para eles se prepararem, para não abaixarem a guarda, pois daqui a pouco a bola te dá a oportunidade."

Sheik celebra vitória do Corinthians com selinho em amigo: "Tem que ser valente"

A oportunidade da vez é de Ibson, que tenta aproveitar a ausência de Guilherme para se firmar no setor um dia ocupado por Paulinho, hoje no Tottenham, da Inglaterra. Os antigos titulares ainda são lembrados por Tite.

"O Guilherme é mais passador do que o Paulinho e estava se adaptando bem à função. O grupo sentiu a gravidade da lesão dele. Sabem o que o Cássio fez? Quando o time estava de folga, à exceção dos machucados, ele viu o Guilherme sozinho em um canto e deixou o jantar para lá para apoiá-lo. Isso é relação de equipe", vibrou Tite.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.