iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/07 - 11:36

Mineiros mostram suas armas para receber abertura da Copa

Campanha pela abertura do Mundial de 2014 no Mineirão já tem 40 mil assinaturas, e Belo Horizonte acelera projeto para agradar a Fifa

Emerson Rodrigues, especial para o iG

Desde que o Brasil foi escolhido como sede da Copa do Mundo em 2014, Belo Horizonte se colocou como possibilidade para a festa de abertura. No último dia 28, no Teatro da Assembléia Legislativa de Minas Gerais, a capital mineira deu mais um passo rumo a esse objetivo com o lançamento da campanha “Abre a Copa, Mineirão”, idealizada pelo ex-secretário executivo do Ministério do Esporte Wadson Ribeiro.

O objetivo da campanha é evidenciar a vontade do povo mineiro em abrigar o jogo inaugural do Mundial. o primeiro passo é recolher assinaturas para serem documentadas e enviadas a órgãos competentes. “Assim que atingirmos 50 mil assinaturas, entregaremos pessoalmente nosso abaixo-assinado nas mãos do Ministro do Esporte, Orlando Silva, do prefeito de BH, Márcio Lacerda, dos dirigentes da CBF, das autoridades estaduais e da própria Fifa”, disse Wadson Ribeiro ao iG, por e-mail. Em uma semana de campanha, mais de 11 mil pessoas assinaram, e até o final do mês de julho espera-se bater a meta de 50 mil nomes. Até o último dia 15, quase 40 mil internautas aderiram à campanha.

Gazeta Press
Mineirão teve foguetório no último jogo antes da reforma, dia 6 de junho

O governador de Minas Gerais Antônio Anastasia apoia o projeto, e o ex-governador Aécio Neves mantém uma política agressiva de marketing para lograr êxito. “Estamos concluindo todas as datas estabelecidas. O projeto é aquele aprovado pela Fifa. Reiterei a ele (Ricardo Teixeira, presidente da CBF) a nossa disposição de fazer aqui a abertura da Copa, e o que ele me disse é que cada vez temos maiores chances. Portanto, nós estamos marcando por pressão”, disse Aécio Neves.

Wadson Ribeiro segue a mesma linha para defender a candidatura de Belo Horizonte. “BH foi a primeira cidade a ter o projeto aprovado pela Fifa e é a cidade mais adiantada em suas obras”, disse. O prefeito da capital mineira, Márcio Lacerda, também acredita que a cidade possa abrigar a abertura da Copa e contesta o argumento de que haveria problemas na rede hoteleira durante o evento. “Nós temos ainda um problema relativo a hotéis, mas que está muito bem encaminhado”, falou.

Durante a Copa na África, milhares de belo-horizontinos se aglomeraram na Praça da Estação para ver o jogo do Brasil em telão. Antes das partidas e nos intervalos, criou-se o coro “ão, ão, ão, abre a Copa Mineirão”. Personalidades como o ator Bruno de Luca, o jornalista Milton Neves e o ex-atacante Reinaldo, do Atlético-MG, também assinaram a campanha.

Além do estádio, as obras de escoamento do transporte público também apresentam um bom andamento, seguindo o cronograma proposto, embora a capital mineira não vá receber investimentos maciços em seu decadente sistema de metrô. Segundo o ministro das cidades Márcio Fortes, a opção de Belo Horizonte para resolver os problemas de locomoção dos torcedores são os corredores de ônibus (BRT - Bus Rapid Transit), sucesso em cidades como Bogotá, na Colômbia. “No caso de Belo Horizonte, trabalhamos com muitos BRTs e algumas obras viárias. Faremos uma discussão com tranquilidade. Afinal, a obra não servirá apenas para a Copa do Mundo”, disse o ministro.

A luta para receber a abertura da Copa ainda será longa, e a decisão cabe à Fifa. A campanha “Abre a Copa, Mineirão”, entretanto, alcançando êxito será um peso importante, até porque a entidade máxima do futebol aprecia manifestações populares. A vontade do povo mineiro, aliada à força política do Estado e às indecisões e atrasos dos concorrentes, é um forte indicativo de que Belo Horizonte pode transformar o sonho, um dia distante, em realidade.

Milton Trajano
CBF e Fifa se uniram contra São Paulo, e Aécio Neves pretende aproveitar a deixa


Leia mais sobre: Mineirão Belo Horizonte

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

mineirao

Mineirão
Estádio foi fechado e já iniciou as obras para receber jogos da Copa do Mundo 2014

Topo
Contador de notícias