iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/06 - 16:55

Arena da Baixada vira ponto turístico em Curitiba
Atlético Paranaense usa marketing de “melhor estádio do Brasil” para atrair visitantes e gerar renda extra

Altair Santos, especial para o iG

Quem disse que a Arena da Baixada não recebe público em dias que não acontecem jogos no estádio? No intervalo entre uma partida e outra, o Atlético Paranaense abre o Joaquim Américo para os turistas. Usando o marketing de ter o “estádio mais moderno do Brasil”, o clube atrai os visitantes que vêm a Curitiba. Diariamente, cerca de 40 pessoas se interessam em conhecer a Arena.

O programa “Tour pela Arena” foi criado em 2007 e, segundo Maria Isabel Pijak, analista de relacionamento do Atlético, pelo menos 10 mil pessoas visitam o estádio a cada ano. “Este ano já temos cadastrados 6.854 turistas e, se continuar nesse ritmo, poderemos superar a marca de 2009, quando recebemos 10.100 visitantes”, diz. O clube tenta ampliar esse número, negociando com a Prefeitura de Curitiba a inclusão do estádio no roteiro oficial de turismo da cidade.

Para se credenciar para o tour pela Arena, o visitante pode ir diretamente ao estádio ou se cadastrar pelo telefone (41) 2105-5616 ou pelo e-mail [email protected]. A taxa é de R$ 7 ou R$ 10 – neste caso, o turista ganha uma revista do clube. As visitas acontecem todos os dias, de segunda-feira a domingo, em seis horários diferentes: 10h, 11h, 12h, 14h, 15h e 16h.

O tour começa pelo posto de informações turísticas, onde o visitante conhece a história do Atlético-PR. Daí vai para o estacionamento, passando pelos setores reservados ao público, praça de alimentação, salão vip, camarotes, vestiários, sala de imprensa e, no final, pela butique do clube: a Arena Store. O passeio completo dura aproximadamente 50 minutos.

Essa última etapa do roteiro foi incluída a partir de 8 de fevereiro deste ano, quando houve a troca da equipe de marketing do clube. Antes, o tour se encerrava no estacionamento do estádio e perdia a oportunidade de o turista comprar por impulso. Com a mudança do roteiro, o Atlético comemora o aumento na venda de produtos licenciados. “A gente tem um índice grande de vendas com os visitantes”, fala Maria Isabel Pijak.
 
 O Atlético estuda o aprimoramento do tour, como a inclusão de ex-ídolos do clube como guias – atualmente são funcionários que mostram as dependências do estádio aos visitantes. Há também o projeto de construir um museu atleticano na Arena. A ausência de um espaço que conte a história do clube é um dos pontos criticados pelos torcedores que visitam o estádio e que são cerca de 40% dos que fazem o tour diariamente no Joaquim Américo.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

us atletico pr arena da baixada

Atlético-PR
Quando não está jogando, time abre as portas da Arena da Baixada para visita dos torcedores parananeses

Topo
Contador de notícias