Com um dívida de cerca de R$ 956,9 milhões, sem contar o valor devido pela construção da Neo Química Arena, o Corinthians segue sua intenção de cortar gastos. Porém, se parecia fora do mercado, agora sinaliza que pretende se reforçar para o restante da temporada. Saiba mais:


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários