Terrence Williams seria o líder de esquema que fraudou plano de saúde
Reprodução / Instagram
Terrence Williams seria o líder de esquema que fraudou plano de saúde

Um esquema criminoso foi exposto nos EUA, envolvendo 18 ex-jogadores da NBA, a liga de basquete norte-americana, que foram presos nesta quinta-feira, 7. Promotores federais acusam o grupo de de lucrar aproximadamente 4 milhões de dólares, pouco mais de R$ 22 milhões, por meio de uma fraude no Plano de Benefícios de Saúde e Bem-estar da NBA.

De acordo com a "NBC", o grupo seria liderado por Terrence Williams, que jogou pelos Nets entre 2009 e 2010. O atleta teria arranjando uma forma de criar um plano de saúde suplementar para jogadores que estão na ativa e aposentados e, para isso, usou o "reembolso de despesas com serviços médicos e odontológicos que não foram realmente prestados".

(Veja abaixo galeria de fotos de Terrence Williams)


As notas fiscais falsas que eram utilizadas para reembolso seriam feitas em um consultório de quiropraxia, dois consultórios de odontologia em Beverly Hills e um de bem-estar no estado de Washington. Nenhum dos estabelecimentos foi acusado.

Além de Terrence, o grupo detido inclui: Alan Anderson, Anthony Allen, Desiree Allen, Shannon Brown, William Bynum, Ronald Glen "Big Baby" Davis, Christopher Douglas-Roberts, Melvin Ely, Jamario Moon, Darius Miles, Milton Palacio, Ruben Patterson, Eddie Robinson, Gregory Smith, Sebastian Telfair, Charles Watson Jr., Antoine Wright, e Anthony Wroten.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários