Michael Jordan anunciou nesta sexta-feira (05) que doará US$ 100 milhões, cerca de R$ 497 milhões, através de sua marca, Jordan Brand, a organizações engajadas na causa antirracista. O valor será concedido ao longo dos próximos 10 anos para garantir igualdade racial, justiça social e maior acesso à educação.

Leia também: Caso Miguel: polícia diz que patroa foi negligente ao se descuidar do garoto

Michaek Jordan
Reprodução / Netflix
Michael Jordan


A doanção de Michael Jordan acontece após o maior jogador de basquete de todos os tempos dar um depoimento sobre a morte de George Floyd. Em nota, Jordan relatou dor, tristeza e raiva pela morte do rapaz, que foi sufocado pela polícia nos Estados Unidos.

Leia também: Michael Jordan desabafa sobre morte de George Floyd: "Com muita raiva"

Michael Jordan sempre evitou posicionamento político ou sobre questões raciais, mas o comunicado divulgado nesta sexta é um raro manifesto aberto do astro sobre o assunto.

Leia também: Lenda da NBA dispara contra Jordan: "Era um filha da p... também"

"Vidas negras importam. Esta não é uma afirmação controversa. Até que o racismo arraigado que permite o fracasso das instituições de nosso país seja completamente erradicado, permaneceremos comprometidos em proteger e melhorar a vida dos negros", diz um trecho do comunicado de Michael Jorda n.

    Veja Também

      Mostrar mais