Tamanho do texto

Expressão ofensiva bastante conhecida nos Estados Unidos foi pichada em um dos portões da casa de LeBron em Los Angeles; polícia investiga caso

A um dia das finais da NBA entre Golden State Warriors e Cleveland Cavaliers , a mansão de LeBron James , um dos principais astros do Cavs e que busca o bicampeonato consecutivo, foi pichada com insultos racistas em uma das portas. A casa fica em Brentwood, uma das áreas mais exclusivas de Los Angeles, e a polícia local já abriu investigação sobre o caso.

Leia também: Governo turco decreta prisão de jogador da NBA acusado de terrorismo

O vandalismo, que já foi coberto, utilizava uma palavra bastante ofensiva contra negros e conhecida nos Estados Unidos. LeBron está na Califórnia para o primeiro jogo da decisão da NBA, que acontece nesta quinta-feira, na Oracle Arena, em Oakland, a menos de uma hora de carro do bairro, mas de acordo com o site TMZ, primeiro a noticiar o crime, o jogador não se encontrava na casa no momento que foi feito.

LeBron James, astro do Cleveland Cavaliers, teve casa atacada por racistas nesta quarta-feira
Divulgação
LeBron James, astro do Cleveland Cavaliers, teve casa atacada por racistas nesta quarta-feira

A pichação na mansão ainda não foi classificada como "crime de ódio" pelas autoridades. Este motivo tem sido comum nos Estados Unidos, que desde a eleição de Donald Trump atravessa uma difícil convivência racial. A investigação irá revisar todas as câmeras de vídeo que houver ao redor do local para tentar identificar os criminosos.

Leia também: LeBron se irrita com pai de promessa: "Deixe minha família fora de sua boca"

A mansão de LeBron é avaliada em 21 milhões de dólares (aproximadamente R$ 68 milhões, na cotação atual) e foi adquirida em 2015 pelo camisa 23 da franquia de Ohio. Nem o jogador, nem o Cleveland Cavaliers ou a NBA comentaram o caso.

Carreira

Leia também: Genética de craque? Filho de LeBron encanta em quadra aos 12 anos; assista

Tricampeão, LeBron chega em sua sétima final consecutiva, a oitava na carreira, da NBA. Pela terceira vez seguida, ele, Kyrie Irving, Kevin Love e companhia terão pela frente na final o poderoso Golden State Warriors de Stephen Curry, Klay Thompson, Draymond Green e Kevin Durant. Em 2015, o título ficou com o GSW, já em 2016, foi, pela primeira vez, para Cleveland. Além disso, James se tornou recentemente o maior pontuador da história dos playoffs.

    Leia tudo sobre: donald trump
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.