Tamanho do texto

Em partida com 374 pontos, o pivô Anthony Davis fez a diferença e se tornou o maior cestinha em uma edição do evento, com 52; ele ainda foi eleito MVP

Jogando em casa,  pivô do Pelicans teve atuação brilhante, marcou 52 pontos e foi o cestinha do All-Star Game da NBA
New Orleans Pelicans
Jogando em casa, pivô do Pelicans teve atuação brilhante, marcou 52 pontos e foi o cestinha do All-Star Game da NBA

O All-Star Game da NBA surpreendeu os fãs de basquete mais uma vez. Pelo quarto ano consecutivo, a partida, que conta com as maiores estrelas da liga, teve seu recorde de pontos quebrado. Foram nada menos que 374 pontos no total. E quem se deu bem no Smoothie King Center, em Nova Orleans, foi a equipe da Conferência Oeste, que venceu o duelo por 192 a 182.

LEIA MAIS: Saiba quais são os dez jogadores que mais ganham na NBA

A cidade que recebeu o All-Star Weekend, desde sexta-feira, ainda viu Anthony Davis, pivô do Pelicans, time local, se tornar o MVP (jogador mais valioso) da partida. Ele desbancou favoritos como Russell Westbrook, Kevin Durant, Stephen Curry, James Harden e LeBron James, estrelas atuais da NBA .

O craque do Pelicans não parou por aí. Com incríveis 52 pontos marcados, ele se tornou o maior cestinha de uma edição do All-Star Game, e superou o recorde de ninguém menos que Wilt Chamberlain, um dos maiores jogadores da história da liga, que havia feito 42 pontos no Jogo das Estrelas de 1962.

LEIA MAIS: Longe dos playoffs, Knicks é o time mais valioso de 2017 da NBA; veja a lista

Além de Davis, Westbrook, com 41 pontos, também se destacou pela equipe do Oeste. O armador do Oklahoma City Thunder havia sido o MVP das duas últimas edições do evento. A noite ainda marcou o reencontro de Russell com Kevin Durant, que proporcionaram apenas um lance juntos, mas não se falaram durante a partida. O astro do Golden State Warriors, no entanto, conseguiu um triplo-duplo na noite e se tornou o quarto jogador a conseguir isso, junto com Michael Jordan, LeBron James e Dwayne Wade.

Pelo Leste, o grego Giannis Antetokounmpo, que joga belo Milwaukee Bucks, foi o cestinha, com 30 pontos. LeBron fez 23 pontos. A vitória de 2017 foi a terceira consecutiva do time da Conferência Oeste. A última vitória do Leste foi em 2014, por 163 a 158. Naquela oportunidade, brilhou a estrela de Kyrie Irving, armador do Cleveland Cavaliers, que estava em quadra mais uma vez na noite desde domingo.

Outros destaques do All-Star

Oscar Schmidt foi homenageado e jogou pela primeira vez na NBA
Reprodução
Oscar Schmidt foi homenageado e jogou pela primeira vez na NBA

Com início na sexta-feira (18), o evento da NBA que reúne os melhores jogadores da atualidade e também estrelas do passado, foi marcado pela "estreia" de Oscar Schimdt. Isso mesmo, draftado pelo Nets em 1984, o maior cestinha dos Jogos Olímpicos não pôde jogar pelo time nova-iorquino porque uma regra da época impedia o jogador de continuar na seleção brasileira. 34 anos depois, no entanto, ele foi convidado e, apesar de ficar pouco tempo em quadra, brilhou. Acertou os dois arremessos e terminou com quatro pontos na partida.

LEIA MAIS: Consultor do Lakers, Magic Johnson quer trabalhar com Kobe Bryant

No sábado (19), o evento da NBA contou com os desafios de habilidades, três pontos e enterradas. O letão do New York Knicks, Kristaps Porzingis, de 2,21m de altura, foi o campeão do primeiro desafio, o de habilidades. Já na segunda disputa da noite, Eric Gordon, do Houston Rockets, desbancou favoritos como Klay Thompson e Kyrie Irving, e venceu. Já no último desafio, o de enterradas, o reserva do Indiana Pacers, Glenn Robinson III, foi quem ficou com o troféu.

    Leia tudo sobre: NBA

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.