Tamanho do texto

Esta será a terceira final do brasileiro na NBA, depois de ele ser vice com o Cleveland em 2007 e em 2015

Após 11 anos e meio em Cleveland, Anderson Varejão criou uma relação especial com a cidade e com a torcida do Cavaliers. O brasileiro sabia que um dia o retorno, como rival, seria inevitável. E o cenário é exatamente aquele que se desenhava em fevereiro, quando ele assinou com o Golden State Warriors: na final da temporada 2015/16 da NBA.

Anderson Varejão com o troféu da Conferência Oeste da NBA
Divulgação / Assessoria
Anderson Varejão com o troféu da Conferência Oeste da NBA

"Não sei como vai ser voltar a Cleveland. Com certeza, vai ser uma série em que vou viver muitas emoções, emoções diferentes. Depois de tantos anos lá, onde joguei metade dessa temporada, não sei como vou me sentir, mas é inevitável passar por isso. Não sei como a torcida vai me receber, como vai reagir, tenho que me preparar mentalmente para tudo isso, porque vai ser muito forte", admitiu o jogador brasileiro, via assessoria de imprensa.

Leia 

+ Com Cavaliers x Warriors na final, Varejão será campeão ganhando ou perdendo

Esta será a terceira final de Varejão na NBA, depois de ele ser vice com o Cavaliers em 2007 e em 2014. O curioso é que, ainda que o Golden State seja derrotado, ele pode ganhar um anel de campeão. Isso porque os clubes costumam distribuir os anéis aos jogadores que fizeram parte do elenco ao longo da temporada, e Varejão fez 31 jogos pelo Cavaliers.

O pivô, é claro, quer o anel pelo Warriors. "Esse é um momento ainda mais especial para mim, estou muito feliz por poder disputar as finais pela terceira vez na carreira, terminando uma temporada saudável, ajudando a minha equipe. Agora é decisão, temos uma série contra uma equipe fortíssima, nos respeitamos muito, um confronto que já carrega uma história por tudo o que aconteceu no ano passado", destaca Varejão. No ano passado, deu Warriors na decisão.

Anderson Varejão durante a partida decisiva contra o Thunder
Divulgação / Assessoria
Anderson Varejão durante a partida decisiva contra o Thunder


    Leia tudo sobre: nba