Lewis Hamilton
FORMULA 1 / Divulgação
Lewis Hamilton

Lewis Hamilton se emocionou ao andar pela primeira vez no circuito de Ímola de Fórmula 1, local onde Ayrton Senna faleceu. O hexacampeão se disse comovido em conhecer o lugar.


"Ainda é muito surreal para mim quando vou a alguns lugares, como pilotar do túnel em Mônaco ou no GP da Inglaterra, onde os grandes do passado correram. O fato de eu estar no local onde há 26 anos Ayrton estava fazendo o que amava, como eu, é comovente. Também por saber que sou capaz de estar aqui e fazer o que ele estava fazendo", afirmou o piloto.

Hamilton também relembrou o que fazia no dia da morte do ídolo, em 1994.

"Lembro-me daquele dia em que estava correndo em Rye House, no kart. Estava ajudando meu pai a consertar o kart e alguém disse a ele que Ayrton tinha morrido. Tive que me afastar do meu pai porque ele nunca me deixava vê-lo chorando. Me lembro de tentar canalizar essa tristeza para a minha direção e acho que venci naquele fim de semana. As semanas seguintes foram muito difíceis", completou.

    Veja Também

      Mostrar mais