Tamanho do texto

Os presentes fazem parte das homenagens pelos 25 anos da morte do piloto. A escultura em bronze ficará exposta no Museu do Vaticano

Papa recebe busto e capacete de Ayrton Senna
Reprodução / Vatican Media
Papa recebe busto e capacete de Ayrton Senna

O papa Francisco recebeu nesta quarta-feira (17), na Praça São Pedro, no Vaticano, uma escultura em bronze e um capacete do ex-piloto Ayrton Senna, cuja morte completará 25 anos no dia 1º de maio.

Intitulada de "Meu Ayrton", a peça foi confeccionada pela artista plástica Paula Senna Lalli, sobrinha do tricampeão mundial de Fórmula 1. No entanto, a obra foi entregue ao líder da Igreja Católica pela sua irmã e diretora do Instituto Ayrton Senna , Bianca.

O busto de bronze começou a ser fabricado por Paula em 2016, quando a mãe de Senna, Neyde, fez a encomenda à sobrinha. Mas a ideia de presentear o Papa com a imagem partiu do amigo da família Claudio Giovannoni. A escultura ficará exposta no Museu do Vaticano .

Leia também: Ayrton Senna ouviu proposta para defender a Ferrari quatro dias antes de morrer

"Meu tio era acima de tudo um homem de fé. Lembro-me dele orando e concentrado em ler trechos da Sagrada Escritura, mesmo no contexto frenético das corridas de Fórmula 1 , e isso, ele repetia muitas vezes, era seu principal apoio", disse Bianca ao jornal "Osservatore Romano".

Com a McLaren, Ayrton Senna conquistou os mundiais de 1988, 1990 e 1991, além de ter sido vice-campeão nas temporadas de 1989 e 1993. O ex-piloto faleceu no dia 1º de maio de 1994 devido a um grave acidente no circuito de Ímola, durante o Grande Prêmio de San Marino.