Lance

Emerson Fittipaldi
Reprodução
Emerson Fittipaldi


O ex-piloto de Fórmula 1 Emerson Fittipaldi foi multado em R$ 20 mil pela Justiça de São Paulo após não indicar bens que deveriam ser penhorados para pagamentos de dívidas provenientes de ações na Justiça contra ele. Segundo o colunista Rogério Gentile, do 'Uol', o bicampeão da F1 tem pelo menos 145 ações judiciais abertas com credores que podem chegar a R$ 55 milhões.


Ainda segundo o blog, a penhora se refere a um serviço de buffet prestado pela empresa 'Flávio Audi Cateb Eventos' em 2012 no valor de R$ 100 mil, durante a competição 'Seis horas de São Paulo', promovido por uma das empresas de Fittipaldi em Interlagos. O valor da multa refere-se a 20% do valor da dívida.

A defesa de Fittipaldi alega que o ex-piloto não apresentou bens para ser penhorado por não possuí-los.

- (Fittipaldi) não pode ser compelido a indicar o que não tem e nem ser prejudicado por não possuir bens - disse à Justiça o advogado Donato Santos de Souza, que o representa.

A empresa de buffet, no entanto, afirmou que o bicampeão tem uma vida 'nababesca', ou seja, de muito luxo, no exterior. Em outro processo, o banco 'Safra' aponta que Fittipaldi 'esconde' patrimônio nos Estados Unidos através de empresas de fachada e cobra uma divida de R$ 776,4 mil.

Em entrevista ao 'O Estado de S. Paulo', Fittipaldi disse naõ possuir bens e alegou que passa por dificuldades financeiras.

- Primeiramente, nunca escondi nenhum patrimônio. Já paguei muita dívida e estou pagando e vou liquidar tudo. Os caras inventaram esse negócio, me deixou com uma imagem péssima, foi algo diabólico, e que não tem nada a ver com a realidade - afirmou.

    Veja Também

      Mostrar mais