Ex-pilota Renèe Gracie
Reprodução
Ex-pilota Renèe Gracie

O sonho da australiana Renèe Gracie em se tornar pilota da Nascar foi interrompido quando foi dispensada por sua equipe em 2017. Três anos depois, ela encontrou no mundo de conteúdos para adultos uma forma não convencional de se manter. Ela virou modelo no site "OnlyFans" após abandonar as pistas, e comercializa fotos e vídeos em que aparece nua por uma taxa mensal.

Leia também: TJ acata denúncia sobre suposta propina milionária para soltar o goleiro Bruno

"Foi a melhor coisa que fiz em toda a minha vida. Colocou-me em uma posição financeira que nunca poderia ter sonhado", disse ela em entrevista ao "Daily Telegraph".

Renèe foi a primeira mulher a participar de uma temporada completa da Supercars, competição australiana de corridas de carros de turismo. Ela foi dispensada pela equipe Dragon Motor Racing faltando quatro etapas para o fim da temporada da Super2 Series. Ela acabou substituída na parte final do campeonato de 2017, e seu melhor resultado foi um nono lugar.

O dinheiro que faltava para bancar o sonho no automobilismo com a ausência de patrocinadores não falta mais, e hoje ela fatura mais de US$ 90 mil (R$ 434 mil) por mês.

"Não estava conseguindo os resultados e nem os patrocínios. Tentei fazer o meu melhor, mas chegou em um ponto que meu sonho estava indo embora", disse.

Aos 25 anos, Renèe tem mais de 10 mil seguidores na plataforma. Ela não pretende retornar ao automobilismo e faz planos com o dinheiro do novo trabalho.

"Eu não entrei despreparada nessa. Eu não tinha ideia de como poderia estar hoje, mas fiz muita pesquisa antes. Entendi tudo que estava envolvido nisso. Sabia que as coisas vazariam, sabia que teria polêmica. Sabia de tudo".

Veja fotos da modelo:


    Veja Também

      Mostrar mais