Tamanho do texto

Italiano de 37 anos é um dos principais pilotos de Moto GP da história: "Se eu faria um teste? Como poderia dizer 'não'?", afirmou Valentino Rossi

Valentino Rossi na Fórmula 1? Ele disse que aceitaria
Divulgação
Valentino Rossi na Fórmula 1? Ele disse que aceitaria

Multicampeão na Moto GP, o piloto italiano de 37 anos Valentino Rossi "se ofereceu" para ocupar a cobiçada vaga deixada pelo alemão Nico Rosberg na Mercedes, equipe de Fórmula 1. Em tom de brincadeira, mas nem tanto, ele disse que está disponível para fazer um teste na equipe alemã.

"Se quiserem me chamar, Toto Wolff [sócio da escuderia] tem o meu número", declarou Rossi. O nome do italiano havia sido citado pelo próprio Wolff, em uma de suas piadas sobre o substituto de Rosberg. O piloto alemão surpreendeu o mundo com sua aposentadoria , anunciada logo após seu primeiro título na F1.

"Se eu faria um teste? Como poderia dizer 'não'? Já tive a sorte de andar em uma Ferrari, sou amigo de muita gente em Maranello. Seria uma meia traição, mas como não testar uma Mercedes se me pedissem?", acrescentou Valentino.

LEIA MAIS: Rubens Barrichello conta história inédita sobre Ayrton Senna; assista

A Mercedes ainda não deu nenhuma indicação de quem será seu piloto no ano que vem, mas as especulações giram em torno de Pascal Wehrlein, que faz parte do seu programa de desenvolvimento.

Aposentadoria de Rosberg

O alemão Nico Rosberg surpreendeu a todos e anunciou sua aposentadoria da Fórmula 1, aos 31 anos de idade, cinco dias após se consagrar campeão mundial da categoria. Segundo ele mesmo, os muitos sacrifícios e o cansaço para chegar no auge foram os motivos do encerramento da carreira. Fora isso, motivos pessoais, como o cuidado com a família e filho foram importantes para que ele deixasse as pistas.

LEIA MAIS: Apesar de mistério sobre sua situação, Michael Schumacher ganha perfil no Instagram

Rosberg pilotou um carro de Fórmula 1 desde 2006, quando foi contratado pela Williams e ficou por três temporadas. Em 2010, foi para a Mercedes. Antes da conquista do mundial de pilotos neste ano, o alemão foi vice campeão por duas vezes, em 2014 e 2015, quando ficou atrás do agora ex-companheiro de equipe, Lewis Hamilton. Já Valentino Rossi foi campeão mundial de Moto GP seis vezes, em 2002, 2003, 2004, 2005, 2008 e 2009. Conseguiu 112 vitórias em 324 provas. Ele ainda tem outros três títulos mundiais de motociclismo. Com informações da Agência Ansa .