Com 'boom' de sócios e Paolo Guerrero, Avaí promete enfrentar o Corinthians com casa cheia
Fábio Lázaro
Com 'boom' de sócios e Paolo Guerrero, Avaí promete enfrentar o Corinthians com casa cheia


Antes de encarar uma ‘trinca de decisões’ nas próximas semanas, o Corinthians tem pela frente o Avaí, neste sábado (6), às 19h, no estádio da Ressacada, em Florianópolis-SC. A partida é válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro .

+ Com Fausto Vera, Corinthians chega a 16 reforços na gestão de Duílio

Flertando com a zona do rebaixamento, a equipe catarinense, no entanto, busca virar a chave após um primeiro turno que esteve longe de ser bom. Para isso, a ideia está em se reforçar dentro e fora de campo.

Nas quatro linhas, a equipe avaiana anunciou nas últimas semanas a contratação do atacante peruano Paolo Guerrero, que curiosamente é ídolo do Timão. Guerrero foi o autor do título mundial do clube alvinegro em 2012.

+ Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

O jogador estrangeiro não entrava em campo desde outubro do ano passado, quando defendeu a seleção do Peru em jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Qatar, no fim deste ano.

Na história, Guerrero sempre vestiu a camisa de grandes times. Na Europa, o centroavante defendeu equipes, como Bayern de Munique e Hamburgo, já no Brasil, além do Corinthians, também houve relações menos duradouras com Flamengo e Internacional.

No entanto, o Avaí também está garimpando reforços para o seu fora de campo. Neste momento, o Leão está em busca de agregar cada vez mais torcedores ao quadro associativo do clube.

Nos últimos tempos, o programa ‘Sempre Avaí’ ganhou adeptos, ultrapassou 14 mil sócios e gerou a diretoria do clube a expectativa de uma virada também através da arquibancada.

- A importância da presença do nosso torcedor é imensurável. Sabemos da dificuldade da Série A e que o nosso caminho seria muito difícil. Um jeito de aumentar as nossas chances foi criando uma simbiose entre time e torcida. Isso tem ocorrido, torcedor tem pegado junto e incentivado o time do início ao fim do jogo - destacou o presidente avaiano Júlio César Heerdt à reportagem.

- Lógico que a Série A é um grande atrativo para o torcedor, mas se levarmos em consideração que o clube já esteve na Série A em outras oportunidades e não alcançou esse número de associados, podemos acreditar que o trabalho realizado está agradando ao torcedor. Eles compararam a ideia, entenderam a sua importância e vieram junto para fazer história e alcançar os objetivos - afirmou Thiago Pravatto, gerente de Marketing do Avaí.

- Entramos com a proposta de romper com o antigo modelo de gestão e dar uma cara nova ao Avaí. Contratamos pessoas capacidades e reformamos processos internos a fim de criar um modelo profissional de gestão. Passamos a vislumbrar um projeto em si, planejar, mensurar os resultados e, principalmente, definir objetos para o trabalho de todos os envolvidos - salientou Bruno Comicholi, vice-presidente e homem forte da gestão do Avaí.

Mesmo sabendo que pode ter um 'mar azul' pela frente, o Timão quer a vitória para não perder o Palmeiras de vista no Brasileirão. São quatro pontos de diferença entre os dois times. Atualmente, o clube alvinegro é o segundo colocado, com o Verdão na ponta da tabela.

Os palmeirenses entram em campo no domingo (7), às 16h, contra o Goiás, no Allianz Parque, e a ideia corintiana é reduzir para um ponto a disputa até o próximo fim de semana, pois haverá Dérbi, na Neo Química Arena.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários