Rússia aceita negociar troca de prisioneiros após condenação da estrela Brittney Griner
Lance!
Rússia aceita negociar troca de prisioneiros após condenação da estrela Brittney Griner


A novela de Brittney Griner ganhou novos capítulos nos últimos dias. Após a jogadora de basquete ser condenada a nove anos de prisão por tráfico de drogas, a Rússia aceitou negociar com os EUA por uma troca de prisioneiros. A informação é do "ge".

+ Morre Jô Soares: veja 11 ligações do apresentador com o mundo do esporte

- Nós estamos prontos para discutir o assunto, mas apenas dentro da janela de comunicação estabelecida entre os presidentes Putin e Biden. Há um canal especial estabelecido pelos presidente e, apesar de algumas declarações públicas, ainda está funcionando - declarou Sergei Lavrov, Ministro do Exterior do país europeu, durante uma coletiva de imprensa ao Camboja.

+ Presa na Rússia, Brittney Griner se declara culpada por transporte de drogas: 'Eu não queria infringir a lei'


Brittney Griner está detida na Rússia desde fevereiro. O tribunal russo considerou a atleta culpada por tráfico de drogas com intenção criminosa. Uma possível troca de prisioneiros já vem sendo discutida há semanas, mas a Rússia vinha negando a ideia.

Griner alegou que usava a maconha para tratar de lesões crônicas e afirmou que não tinha intenção de traficar drogas para Rússia. O presidente Joe Biden considerou o veredito "inaceitável". A expectativa é que um acordo entre os países ocorra nos próximos dias.

Jogadora do Phoenix Mercury, Brittney Griner possui 31 anos e é uma das principais estrelas do basquete feminino. O caso da atleta vem gerando muita repercussão nas redes sociais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários