Vítor Pereira diz que derrota para o Flamengo foi 'choque de realidade' para o Corinthians
Lance!
Vítor Pereira diz que derrota para o Flamengo foi 'choque de realidade' para o Corinthians


Foi difícil para o torcedor do Corinthians digerir a derrota por 2 a 0 para o Flamengo no jogo de ida das quartas de final da Libertadores, nesta terça-feira (2). E para o técnico Vítor Pereira, do Timão, não foi diferente.

+ ATUAÇÕES: Dupla de zaga é o destaque negativo em noite pouco inspirada do Corinthians

Para o treinador corintiano, o resultado na Neo Química Arena foi um ‘choque de realidade’ e que reverter o placar na partida da volta será muito complicado.

– Hoje custa muito. Hoje tivemos um choque de realidade, para mim. Custa muito perceber que o jogo, de fato, não é fácil reverter uma situação dessa na Libertadores, temos que ir lá competir, dar nosso melhor, perceber o jogo melhor. Penso que fomos infelizes nós dois gols que tomamos – disse VP.

Para Vítor, o segundo gol sofrido, no início do segundo tempo, foi uma pancada muito forte para o Timão.

– O segundo gol foi, de fato, uma pancada muito forte. Senti que a equipe, por mais que tentássemos, não fomos capazes e eles tiveram espaço. Com espaço eles tem muita qualidade técnica. Eles vão acrescentando. Parte final foi um pouco sofrida e eles poderiam ter feito um ou mais gols – destacou Vítor.

Independentemente das circunstâncias, Vítor Pereira acredita que o primeiro tempo corintiano foi parelho com o Flamengo. Mas, de forma geral, o treinador do Corinthians reconheceu que a sua equipe não foi bem.

– Na primeira parte vi um jogo onde a equipe poderia estar melhor essencialmente na descoberta dos espaços. O que mais pedi para a equipe era encontrar o espaço do lado contrário, sempre tivemos a opção livre pra receber, mas não tivemos capacidade. Deveríamos ter jogado em um melhor nível. A diferença não foi grande, nós, no melhor nível, criamos problemas. Temos que reconhecer que não fomos melhores, não gosto de cobrir um quadro preto e branco. Hoje poderíamos ter jogado no melhor nível – disse Pereira.

+ Confira a tabela da Libertadores e simule os próximos jogos

POLÊMICA NO PRIMEIRO GOL

Os jogadores do Corinthians reclamaram muito do primeiro gol do Flamengo, marcado pelo uruguaio Arrascaeta. Na origem da jogada, a defesa corintiana parou reclamando de um toque de mão do meia João Gomes, do Rubro-Negro. A bola realmente bateu no membro do flamenguista, mas de forma involuntária.

Vítor disse que conversou com o árbitro Patrício Losteau, que explicou a situação.

- No primeiro gol o árbitro disse que não houve um movimento do braço pra bola, estava encostado ao corpo. Eu ainda não vi as imagens, então não sei. Depois ficamos a reclamar e esse detalhe define esses jogos. E demos espaços, numa fração de segundos, e o adversário coloca as bolas no cesto – trouxe Vítor Pereira.

O jogo de volta entre Flamengo e Corinthians acontecerá na próxima terça-feira (9) no estádio do Maracanã.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários