Lesões atrapalham, e Willian fica fora de mais uma 'decisão' do Corinthians na temporada
Rafael Marson
Lesões atrapalham, e Willian fica fora de mais uma 'decisão' do Corinthians na temporada


Uma das contratações mais badaladas do Corinthians nos últimos anos, Willian tem sofrido com lesões e ficado de fora das partidas decisivas do Timão na temporada.

+ GALERIA - Zaga vacila em derrota do Timão na Libertadores; veja notas

O atleta não ficou à disposição de Vítor Pereira na derrota por 2 a 0 contra o Flamengo , pela partida de ida das quartas de final da Libertadores , por uma tendinite no músculo posterior da coxa direita.

A ausência do camisa 10 foi sentida pelo time alvinegro, que teve pouco brilho no ataque e quase nenhum repertório ofensivo pelas pontas contra os cariocas.

O jogador sentiu as dores musculares após a vitória corintiana sobre o Botafogo, no último sábado (30), pelo Campeonato Brasileiro, e não se recuperou a tempo da partida contra o Rubro-Negro.

Não é a primeira vez na temporada que o camisa 10 perde um jogo decisivo na Libertadores por lesões. Na partida de volta das oitavas de final contra o Boca Juniors, na Bombonera, o meia-atacante não atuou contra os argentinos pois se recuperava de dores no ombro direito. Após concluir a recuperação, ele vinha jogando com uma proteção na região.

O atleta viajou com a delegação para Buenos Aires, mas ficou no banco de reservas e não entrou durante os 90 minutos e na decisão por pênaltis.

+ TABELA - Timão ou Flamengo? Simule o mata-mata da Libertadores

A questão física parece afetar o desempenho do atleta, que ainda não rendeu o que lhe era esperado. Após a vitória por 3 a 1 sobre o Coritiba, pelo Brasileirão, o meia-atacante admitiu não estar 100% . Contra o Botafogo, Vítor Pereira revelou que a dor na qual o atleta sente no ombro persiste, e acaba limitando as ações dele em campo.

O treinador corintiano falou sobre a ausência do camisa 10 contra o Flamengo e como isso impactou em suas escolhas no jogo.

- O Willian poderia nos dar hoje um extra, algo a mais, estamos com dificuldades na frente. Adson hoje sentiu qualquer coisa, não sei. Gustavo veio de 90 minutos há três dias, teve dificuldade de recuperar. Tínhamos o Giovane para jogar como externo, a única solução, e tínhamos o Róger, que pode jogar como externo, mas como externo não defende o corredor como acho que tem que ser defendido. Passamos o Yuri no corredor e deixamos o Róger mais centralizado. O Yuri como externo não consegue dar o que queremos - comentou Vítor durante a coletiva.

Aquém das expectativas, Willian soma um gol e quatro assistências em 35 jogos pelo Corinthians na temporada. Sua última participação em gol foi na goleada por 4 a 0 sobre o Santos, na Copa do Brasil, no dia 13 de julho, onde deu o cruzamento para o gol de cabeça de Raul Gustavo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários