Godoy Cruz bate o pé, e Botafogo trabalha para contratar Martín Ojeda para 2023
Sergio Santana
Godoy Cruz bate o pé, e Botafogo trabalha para contratar Martín Ojeda para 2023


O Botafogo tem perdido as esperanças de contar com Martín Ojeda na atual janela de transferências. O Godoy Cruz-ARG adota uma postura irredutível e dificulta a venda do jogador, apesar do Alvinegro ter colocado os valores pedidos pelo clube à mesa , por agora.

+ John Textor relembra piada com Barcelona e responde a torcedor do Botafogo: 'Acredito no projeto'

O Glorioso não desiste de ter Ojeda, mas sabe que a situação fica cada vez mais difícil. O clube de General Severiano, diante de uma nova possível negativa do Godoy, já trabalha com a possibilidade de contar com o atacante de 23 anos apenas em 2023. A notícia foi dada primeiramente pelo "FogãoNET" e confirmada pelo LANCE! .

Ele é visto como um jogador que pode dar retorno a curto e médio prazo tanto dentro quanto fora de campo, o que justificaria a espera de mais alguns meses. Outro fator também é a parte financeira: a transferência seria mais barata no ano que vem.

Para ter Ojeda agora, o Botafogo terá que pagar a multa de 15 milhões de dólares (R$ 77,4 milhões, na cotação atual), já que o Godoy se mostra incompatível para negociar. Se esperar, o negócio sairá entre 4 e 6 milhões (R$ 20,6 a R$ 30,9 milhões).

Apesar das dificuldades financeiras, o Godoy Cruz faz de tudo para segurar Ojeda nesta janela. O time, apesar de estar em 5º no Campeonato Argentino, luta contra o rebaixamento por conta do sistema de Promedios . Para o ano que vem, contudo, segurá-lo é algo praticamente impossível.

Vale lembrar que o Glorioso já tem um acordo salarial e contratual com o jogador e conta com o desejo dele em vir para o clube ainda na atual janela. O clube, se mantiver contatos com o Godoy para tê-lo em 2023, vai continuar as conversas com o atleta formalizar o acordo para o ano que vem.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários