No Rei Pelé, Ituano vence e mantém o CSA no Z4 da Série B
Futebol Latino
No Rei Pelé, Ituano vence e mantém o CSA no Z4 da Série B


Em confronto que fechou a 21ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o CSA contava com a força de sua torcida para superar o Ituano, no estádio Rei Pelé, visando deixar as últimas posições. Porém, as coisas não saíram conforme o esperado. Segurando as investidas do adversário, o Galo surpreendeu ao abrir um sonoro 3 a 0 de frente. Já na reta final, com um a mais em campo, o Azulão ainda esboçou uma reação com Yann Rolim, mas que não foi o suficiente para dar início a uma possível reação, fechando a conta em 3 a 1.

Com o resultado, o time de Itu chegou aos 26 pontos, pulando para a 12ª posição, enquanto a equipe alagoana, por conta do tropeço, estacionou no 17º lugar com seus 20 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

CSA VAI PARA CIMA, MAS ITUANO ABRE A CONTAGEM

Iniciando o duelo mostrando força, o CSA não quis saber de ceder espaços ao Ituano até meados dos 10 minutos. Entretanto, apesar de manter a posse de bola, pouco criou para alívio do goleiro Pegorari.

Mas o Galo não estava disposto a apenas se defender. Com isso, aos poucos foi equilibrando as ações em campo, até que aos 24 minutos conseguiu encontrar seu gol. Após receber ótimo lançamento de Paulo Sérgio, Rafael Elias tirou a marcação e, de fora da área, mandou no canto de Carné.

VISITANTES AMPLIAM

Indo atrás do empate, o Azulão seguia desperdiçando boas chances, com direito até mesmo a um pênalti pedido pelos jogadores, aos 32 minutos, mas a arbitragem mandou seguir o jogo. Até que na reta final da etapa, aos 39, Mário Sérgio, após receber cruzamento na medida de Aylon, mergulhou para fazer o segundo do Galo, aumentando a vantagem para 2 a 0.

GALO CHEGA AO TERCEIRO, E TEM JOGADOR EXPULSO

Embalado pelo resultado parcial construído no primeiro tempo, aos 2 minutos os visitantes voltaram a marcar. Após cobrança de escanteio de Mário Sérgio, a arbitragem acabou vendo um toque no braço de Igor, marcando a penalidade no lance. Na cobrança, Rafael Elias, com tranquilidade, deslocou Marcelo Carné para fazer 3 a 0.

Com Alberto Valentim percebendo a superioridade por parte do adversário, resolveu então apostar em algumas mudanças, enquanto Carlos Pimentel também promoveu substituições por sua parte, entre elas a entrada de Calyson, aos 24 minutos, no lugar de Aylon. Porém, momentos depois, aos 27, o atacante, por conta de uma entrada violenta, recebeu o cartão vermelho, deixando o Galo com 10 em campo.

Mesmo com um a mais, o time alagoano pouco conseguia reagir. Até que aos 43, Yann Rolim, que também havia entrado na etapa complementar, conseguiu descontar, com seu tento sendo confirmado pelo VAR, parando a reação por ai, para frustração dos torcedores locais nas arquibancadas do Rei Pelé.

FICHA TÉCNICA
CSA 1x3 Ituano


Data e horário: 30/07/2022 - 20h30 (de Brasília)
Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL)
Árbitro: José Mendonça da Silva Júnior (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
VAR: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira (MG)

Cartões amarelos: Lourenço, 29'/1ºT; Alberto Valentim, 30'/1ºT; Canteros, 33'/1ºT; Igor, 17'/2ºT

Cartões vermelhos: Calyson, 27'/2ºT

Gols: Rafael Elias, 24'/1ºT (1-0); Mário Sérgio, 29'/1ºT (2-0); Rafael Elias, 5'/2ºT (3-0); Yann Rolim, 43'/2ºT (3-1)

CSA: Marcelo Carné; Diego Renan, Werley, Lucão e Edson; Geovane (Yann Rolim, aos 31'/2ºT), Canteros, Gabriel e Lourenço (John Mercado, aos 11'/2ºT); Osvaldo e Rodrigo Rodrigues (Elton, aos 11'/2ºT). (Técnico: Alberto Valentim)

ITUANO: Pegorari; Raí Ramos, Rafael Pereira (Léo Santos, aos 32'/2ºT), Bernardo e Mário Sérgio (Jiménez, 26'/2ºT); Caíque, Kaio e Siqueira; Aylon (Calyson, aos 24'/2ºT), Rafael Elias (Bruno Lopes, aos 32'/2ºT) e Gabriel Barros (João Victor, aos 24'/2ºT). (Técnico: Carlos Pimentel)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários