No Moisés Lucarelli, Ponte Preta atropela o Operário-PR e sobe na classificação da Série B
Futebol Latino
No Moisés Lucarelli, Ponte Preta atropela o Operário-PR e sobe na classificação da Série B


Em confronto direto para se afastar do Z4 do Campeonato Brasileiro da Série B, Ponte Preta e Operário-PR mediram forças na noite deste sábado, pela 22ª rodada, no estádio Moisés Lucarelli. E os mandantes mostraram sua força. Ainda na etapa inicial, os estreantes Mateus Silva e Elvis, este último de pênalti, além de Wallisson, já na etapa complementar, garantiram mais um triunfo para a Macaca, desta vez por 3 a 0, com direito a festa nas arquibancadas.

Com o resultado, a equipe de Campinas subiu para a 12ª colocação, agora com 25 pontos, enquanto o time paranaense, por conta do revés, acabou estacionando na 16ª posição com seus 21 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

PONTE PRETA ABRE O PLACAR NO INÍCIO

Jogando sob seus domínios, a Ponte Preta não perdeu tempo e surpreendeu o Operário logo de cara. Aos 5 minutos, após cobrança de escanteio de Elvis, a bola foi desviada na primeira trave, chegando até Mateus Silva, estreante da noite, que mandou para o fundo das redes de cabeça.

Em busca da reação, o Fantasma passou a buscar mais seu campo de ataque. Entretanto, até meados dos 20 minutos, poucas foram as chances reais de gol, deixando o goleiro Caíque França tranquilo.

MACACA AMPLIA NO MOISÉS

Com o tempo passando, apesar de algumas tentativas do rival, os mandantes seguiam em busca de tentar ampliar a contagem. Até que conseguiram. Após lance entre Wallisson e Thales, o árbitro, que havia marcado a penalidade no primeiro momento, ainda consultou o através do VAR confirmando sua decisão na sequência. Na cobrança, Elvis acabou parando na boa defesa de Vanderlei, porém com o árbitro mandando voltar por conta de uma invasão na área dos jogadores do Fantasma, fazendo com que o camisa 62 cobrasse novamente, desta vez sem chances para o arqueiro.

PONTE AUMENTA VANTAGEM

Com ambos os treinadores apostando em algumas alterações, o segundo tempo iniciou de forma movimentada. Desperdiçando algumas chances que apareciam, o Operário viu sua situação se complicar ainda mais aos 18 minutos, quando Wallisson, de cabeça, marcou o terceiro dos mandantes.

Com 3 a 0 no placar, o técnico Matheus Costa ainda manteve as esperanças em tentar uma reação histórica. Entretanto, mesmo apostando suas últimas fichas, viu a Macaca segurar o resultado até o apito final de Felipe Fernandes de Lima.

FICHA TÉCNICA
Ponte Preta 3x0 Operário-PR


Data e horário: 30/07/2022 - 19h (de Brasília)
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Cartões amarelos: Da Silva, 16'/1ºT; Igor Formiga, 26'/1ºT; Lucas Mendes, 35'/1ºT; Paulo Sérgio, 35'/1ºT; Felipe Amaral, 41'/1ºT; Wesley Fraga, 2'/2ºT; Leandrinho, 33'/2ºT; Reniê, 36'/2ºT

Gols: Mateus Silva, 5'/1ºT (1-0); Elvis, 36'/1ºT (2-0); Wallisson, 18'/2ºT (3-0)

PONTE PRETA: Caíque França; Igor Formiga (Bernardo, aos 17'/2ºT), Mateus Silva, Fabio Sanches e Artur (Jean Carlos, aos 23'/2ºT); Léo Naldi, Felipe Amaral (Wesley Fraga, no intervalo), Wallisson (Rithely, aos 30'/2ºT) e Elvis (Cássio Gabriel, aos 23'/2ºT); Fessin e Nicolas. (Técnico: Hélio dos Anjos)

OPERÁRIO-PR: Vanderlei; Lucas Mendes (Arnaldo, aos 38'/2ºT), Thales, Reniê e Fabiano; André Lima (Leandrinho, no intervalo), Ricardinho e Tomás Bastos; Paulo Victor (Jean Carlo, aos 30'/2ºT), Silvinho (Felipe Saraiva, no intervalo) e Paulo Sérgio (Júnior Brandão, aos 17'/2ºT). (Técnico: Matheus Costas)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários