López marca pela primeira vez, Palmeiras vence o Ceará e amplia vantagem no Brasileirão
Alexandre Guariglia
López marca pela primeira vez, Palmeiras vence o Ceará e amplia vantagem no Brasileirão


O Palmeiras venceu mais uma no Brasileirão e bateu o Ceará, neste sábado, por 2 a 1, no Castelão, pela 20ª rodada da competição. Com gols de Dudu e López, este último abrindo sua contagem de gols pelo clube, o Verdão foi a 42 pontos na tabela e se manteve com boa vantagem na liderança. O Vozão descontou com Mendoza, em pênalti inventado pela arbitragem.

GALERIA
> Confira os públicos do Palmeiras no Allianz Parque em 2022

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Verdão melhora com o tempo e abre 2 a 0 sobre o Vozão

A partida começou com o Ceará aparentando estar melhor do que o Palmeiras. Tanto é que com menos de cinco minutos o time da casa conseguiu duas finalizações. Dudu respondeu com uma em seguida, mas todas elas não levaram grande perigo. Os visitantes pareciam estar confusos em campo e desperdiçavam muito a posse de bola.

No entanto, Abel Ferreira acertou o time, aproximou Dudu, Scarpa e Veiga, e o jogo começou a fluir. Aos 23 minutos, Danilo cruzou para López cabecear por cima do gol. Aos 28', Dudu ajeitou para Scarpa, que bateu de fora da área, a bola desviou e quase "matou" o goleiro. O gol estava amadurecendo e, aos 30', Scarpa bateu novamente de longe, João Ricardo deu rebote e Dudu marcou. 1 a 0 Alviverde.

Naquele momento, o Palmeiras já havia melhorado muito e tomou conta do jogo. Tanto é que passou a desperdiçar algumas chances para ampliar o marcador enquanto o Ceará parecia estar abalado por ficar em desvantagem. Aos 45', porém, Scarpa teve nova participação em gol e deu um passe primoroso para López sair cara a cara com o goleiro e anotar seu primeiro tento com a camisa do Verdão. 2 a 0.

No fim da primeira etapa, o Ceará ainda tentou descontar e reclamou muito de um pênalti de Gómez em Mendoza, que a arbitragem de campo e o VAR entenderam que foi lance normal. A defesa palmeirense conseguiu neutralizar o perigo e sustentar a vantagem, e a partida foi para o intervalo com 2 a 0 no marcador.

Arbitragem protagonista de novo, e Vozão diminui o placar

O Ceará voltou para o segundo tempo com Guilherme Castilho no lugar de Lima, planejando uma reação. No entanto, logo aos quatro minutos, Richardson derrubou Dudu em situação clara de gol e Anderson Daronco, com ajuda do VAR, expulsou o volante. Com um a mais, o Palmeiras cresceu. Primeiro quase marcou um golaço com Scarpa, arriscando de longe e acertando a trave; depois, Veiga tentou algo parecido e o goleiro espalmou para a linha de fundo.

Com o resultado na mão e pensando nas quartas de final da Libertadores, Abel Ferreira tirou Marcos Rocha e Piquerez para as entradas de Mayke e Vanderlan. O jogo diminuiu de ritmo, mas o Verdão seguia melhor, apesar de um vacilo ou outro, como em chute de Diego Rigonato, de longe, que obrigou boa defesa de Weverton. Os palmeirenses ainda tiveram um gol bem anulado de Murilo.

Aos 32 minutos, quando o jogo parecia controlado, Anderson Daronco viu um pênalti inexistente de Danilo e Vina. Na cobrança, Mendoza bateu e converteu para diminuir o placar. Aos 40 minutos, Diego Rigonato assustou de cabeça e Weverton pegou em dois tempos. O Ceará pressionou no fim do jogo para tentar o empate, mas a defesa alviverde foi eficiente e afastou o perigo.

E agora?

Com a vitória, o Palmeiras vai a 42 pontos e segue com boa vantagem na liderança do Brasileirão. Na próxima rodada, o Verdão enfrenta o Goiás, no Allianz Parque. Antes disso, porém, vai até Belo Horizonte para pegar o Atlético-MG na partida de ida das quartas de final da Libertadores, nesta quarta-feira. No mesmo dia, o Ceará enfrenta o São Paulo, no Morumbi, pelas quartas da Sul-Americana.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 1 x 2 PALMEIRAS
Local:
Castelão, em Fortaleza (CE)
Data-Hora: 30/7/2022 - 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (Fifa/RS) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (Fifa/RJ)
Público/Renda: Não disponíveis
Cartões amarelos: Bruno Pacheco, Guilherme Castilho e Vina (CEA) Murilo, Piquerez e Marcos Rocha (PAL)
Cartões vermelhos: Richardson, aos 4'/2ºT (CEA)
Gols: Dudu (30'/1ºT) (0-1), López (45'/1ºT) (0-2), Mendoza (34'/2ºT) (1-2)

CEARÁ: João Ricardo; Michel Macedo (Nino Paraíba, aos 42'/2ºT), Messias, Gabriel Lacerda e Bruno Pacheco (Victor Luis, aos 42'/2ºT); Richardson, Rodrigo Lindoso (Diego Rigonato, aos 48'/1ºT), Lima (Guilherme Castilho, no intervalo) e Vina; Mendoza e Cléber (Vásquez, aos 12'/2ºT). Técnico: Marquinhos Santos.

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha (Mayke, aos 21'/2ºT), Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez (Vanderlan, aos 21'/2ºT); Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga (Gabriel Menino, aos 42'/2ºT); Dudu (Breno Lopes, aos 42'/2ºT), Gustavo Scarpa e López (Rafael Navarro, aos 30'/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários