UFC 277 em clima de revanche: conheça lutadora que tirou cinturão de Amanda Nunes
Lance!
UFC 277 em clima de revanche: conheça lutadora que tirou cinturão de Amanda Nunes


Amanda Nunes, atual campeã do peso-pena, tentará retomar o cinturão duplo do UFC. No entanto, precisará passar a algoz no peso-galo. A venezuelana naturalizada estadunidense, Julianna Peña tirou o título da brasileira em dezembro e encerrou um dos maiores reinados da história do MMA.

INÍCIO NO MMA

Peña fez sua estreia entre os profissionais em 2009 e logo emplacou quatro vitórias consecutivas. No entanto, após bom início, a lutadora se envolveu em um acidente com motorista embriagado e ficou 10 meses sem lutar. Depois, veio o maior desafio da carreira até aquele determinado momento: o The Ultimate Fighter 18.

Após vencer a luta de eliminação para entrar na casa, a venezuelana foi selecionada para o time de Miesha Tate e desbancou uma das favoritas na primeira rodada. Peña derrotou Shayna Baszler com um mata-leão e avançou às semifinais. Entre as quatro melhores do reality, a lutadora venceu Sarah Moraes em nova finalização, dessa vez com uma guilhotina e avançou à final.

Na decisão, Peña encarou Jessica Rakoczy e não tomou conhecimento da adversária. Tanto que, nos segundos finais do primeiro round, a venezuelana venceu por nocaute técnico e se sagrou campeã da competição. O torneio serviu como uma nova porta de entrada para a lutadora no UFC.

RETORNO E PROTAGONISMO NO UFC

De olho no retorno ao UFC, Peña se preparava para enfrentar Jessica Andrade quando sofreu uma lesão gravíssima no joelho. A lutadora rompeu diversos ligamentos do joelho e ficou o restante do ano afastada do octógono. A venezuelana só voltou a lutar em 2015 e, logo de cara, embarcou numa sequência de vitórias.

Na série, Peña venceu Jessica Eye, Cat Zingano , Valentina Shevchenko, Nicco Montaño, Aspen Ladd, Germaine de Randamie, Sara McMann até ter a oportunidade de enfrentar Amanda Nunes. Tudo isso, inclusive, enquanto passou por uma gravidez e teve de se afastar das lutas até se recuperar.

A LUTA

Antes de enfrentar Amanda Nunes, Julianna Peña teve que lutar contra a ansiedade. Uma semana antes da luta, válida pelo UFC 265, a brasileira testou positivo para a Covid-19 e o confronto teve de ser adiado. A luta foi remarcada para a edição 269 do Ultimate Fighting Championship.

Na luta, Peña começou atrás e teve muita dificuldade para superar a pressão inicial de Amanda Nunes. Contudo, no segundo round, a lutadora aplicou um mata-leão na brasileira e o conquistou o cinturão dos peso-galo. A vitória da venezuelana é considerada uma das maiores surpresas da história do UFC.

REVANCHE

Julianna Peña e Amanda Nunes se enfrentam neste sábado, às 23h, com transmissão do Canal Combate. Se vencer, a brasileira retoma o duplo cinturão do UFC, já que é a atual campeã do peso-pena. No entanto, a venezuelana não deve vender barato a vitória e o título de melhor lutadora no peso-galo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários