Elogiado por Ceni, quase gol, cartão amarelo e toque para o Calleri: como foi a estreia de Galoppo no São Paulo
Izabella Giannola
Elogiado por Ceni, quase gol, cartão amarelo e toque para o Calleri: como foi a estreia de Galoppo no São Paulo


Giuliano Galoppo foi anunciado no começo desta semana , apresentado no CT da Barra Funda na última quarta-feira (27) e estreou nesta quinta-feira (28), na vitória do São Paulo contra o América-MG por 1 a 0 , pela partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Galeria
> ATUAÇÕES: Luciano marca, Galoppo estreia bem, e Thiago Couto tem redenção em vitória do São Paulo

Tabela
> Veja tabela da Copa do Brasil

O ex-Banfield entrou aos 31 minutos do segundo tempo, no lugar de Luciano. Mesmo com pouco tempo de jogo, já foi possível notar alguns traços do jogador - que rendeu, inclusive, elogios por parte dos torcedores e de Rogério Ceni.

O camisa 14 já chamou atenção por 'tocar para Calleri' ainda em seus primeiros momentos com a camisa do Tricolor. Isto mostrou que mesmo estando há poucos dias na equipe de forma oficial, já entendeu parte do funcionamento tático do time. E não parou por aí.

Quatro minutos após assumir o lugar do camisa 11, recebeu seu primeiro cartão amarelo, ao cair no chão e simular que teria sido atingido no rosto. Porém, mesmo amarelado, demonstrou tranquilidade até o final da partida.

Em poucos minutos, mostrou personalidade. Era nítido que Galoppo já havia entendido a visão de jogo do Tricolor, agregando à movimentação no campo de ataque e funcionando bem entre os atletas de criação da equipe.

O argentino deu, ainda, mais vigor ao entrar em campo descansado em meio a um jogo pesado com atletas já demonstrando desgaste e cansaço. Este fator foi importante para que o meia conseguisse se destacar e participar com qualidade.

Bem posicionado, quase estreou balançando as redes. Aos 41 minutos da etapa final, após um cruzamento de Welington, tentou a finalização. A bola passou perto do gol, em uma boa chegada na área do Coelho.

Os números da partida também apontaram uma boa estreia. De acordo com o FootStats, acertou a maioria dos passes. De nove, oito foram corretos. Além da sua finalização, também ganhou as duas disputas de bola que se envolveu.

O seu desempenho foi reconhecido pelo treinador Rogério Ceni durante a coletiva de imprensa pós jogo. O técnico do São Paulo afirmou que vê, inclusive, uma certa polivalência no atleta. Para Ceni, é um jogador que pode jogar dos dois lados e aparenta possuir bastante qualidade técnica.

- Eu vejo ele jogando na ponta do tripe, dos dois lados, ele prefere até o lado esquerdo, se for no 442 ele pode fazer a função de segundo volante como um homem que pode fechar pelos lados, é um jogador tem qualidade. Pelo pouco que nos vimos ele tem qualidade técnica, ele treinou muito pouco com o time, tem pouco conhecimento com o sistema, ele precisa de um pouco de tempo. Temos dois treinos, para analisar e pensar o que é possível para esse jogo de domingo - disse o treinador.

Giuliano Galoppo pode ter mais chances de mostrar suas atuações no domingo (31) contra o Athletico-PR. Caso seja escalado por Rogério Ceni, irá realizar seu primeiro jogo pelo Campeonato Brasileiro. A partida acontece às 16h, no estádio Joaquim Américo Guimarães.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários