Lúcio Flávio analisa integração do Botafogo sub-23 com os profissionais: 'O objetivo tem se cumprido'
Lance!
Lúcio Flávio analisa integração do Botafogo sub-23 com os profissionais: 'O objetivo tem se cumprido'


Na liderança do Grupo C, o Botafogo volta a campo nesta quinta, às 15h, contra o Náutico, nos Aflitos, pela quarta rodada do Brasileirão de Aspirantes. A equipe comandada pelo técnico Lúcio Flávio tenta se aproximar da classificação às quartas de final da competição. O treinador valorizou o trabalho com o objetivo de ajudar também os profissionais.

O sub-23 do Glorioso foi criado com o intuito de desenvolver talentos que possam contribuir com a equipe de Luís Castro. Um exemplo disso foi o atacante Jeffinho, autor de um dos gols do triunfo sobre o Athletico-PR no último sábado.

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

– O trabalho está sendo bem desenvolvido pelos atletas. Em razão do próprio processo, alguns atletas já apresentam condições de atuarem no time principal, isso é muito válido para eles terem uma chance. O objetivo tem se cumprido, no primeiro turno a equipe se saiu muito bem e esperamos manter esse bom rendimento – disse Lúcio Flávio, em entrevista ao canal do clube carioca:

– Sempre converso com eles, que precisam se preparar aqui, mas sempre com objetivo de estar ali (nos profissionais). O atleta mesmo sendo jovem tem que ter essa ambição, buscar essa melhora, esse crescimento e aos poucos isso vem acontecendo. Muitos ainda estão compreendendo a dimensão do clube – acrescentou.

Além de Jeffinho, o lateral-esquerdo DG também teve as primeiras chances com o técnico português. Diante do Atlético-MG, Hugo estava suspenso, enquanto Fernando Marçal ainda não estava apto a estrear. Vindo do Resende, o jovem atleta foi titular contra o Galo.

+ Polivalência, bola aérea e bom posicionamento: conheça Danilo Barbosa, encaminhado no Botafogo

– É uma motivação boa, porque nosso sonho é chegar lá, treinamos aqui para chegar lá. Isso nos motiva a fazer um bom campeonato, porque sabemos que tem sempre alguém olhando. Foi uma experiência incrível, vinha jogando bem no sub-23 e a oportunidade chegou quando eu menos esperava. O professor sempre fala para treinarmos forte porque a oportunidade vai chegar – comentou DG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários