Emílio fica? Técnico interino do Vasco desconversa e lembra que primeiro gol foi ensaiado: 'Jogada napolitana'
Felippe Rocha
Emílio fica? Técnico interino do Vasco desconversa e lembra que primeiro gol foi ensaiado: 'Jogada napolitana'


A goleada do Vasco teve festa durante praticamente todo o segundo tempo, e o técnico interino Emílio Faro teve o nome cantado pela torcida. E o auxiliar-técnico da comissão permanente revelou que, no início do primeiro tempo, foi uma "Jogada Napolitana" que deu início à vitória sobre o CRB, nesta quinta-feira, em São Januário .

+ 40 anos da Tragédia do Sarriá: lembre seleções históricas que não levantaram taças

Emílio Faro tem três vitórias no Vasco (Foto: Daniel RAMALHO/CRVG)

- Nós comemoramos muito o primeiro gol porque foi um pouco dessa coletividade. A análise de desempenho mostrou uma maneira como o CRB marcava e mostrou uma jogada do Napoli, no Campeonato Italiano. Nessa apresentação, fechamos com os jogadores que faríamos essa jogada. E, no ambiente que estava descontraído, dissemos que a jogada seria "napolitana". E, no primeiro escanteio que teve, eu virei para trás e disse que ia sair a napolitana, e saiu o gol. Isso gera um contágio de alegria - descreveu o treinador.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Com três vitórias em três jogos nos períodos somados de interinidade no comando do Cruz-Maltino, Emílio diz ainda não saber se poderá seguir à frente do time. O jogo contra o CRB foi o primeiro após a demissão de Maurício Souza. Vasco e 777 Partners analisam o mercado para substituir o ex-comandante.

- Venho falando muito, as pessoas batem muito nessa tecla: o grau de importância do Emílio é nenhuma diante do coletivo, que é o que vai colocar o Vasco no lugar devido, que é a Série A - afirmou, antes de emendar:

- A torcida pode ter certeza que o ambiente de trabalho no CT é uma coisa que eu, em muitos anos de futebol, nunca vi. Se eu vou estar à frente, do lado... eu vou estar no contexto, ajudando naquilo que me for solicitado no momento. Não vai me faltar esforço para ajudar o Vasco no acesso à Série A. Em que contexto? Não sei. Temos agora, momento, na vivência que tenho, difícil. Vai se aproximando do final e gerando ansiedade. A maneira como vamos lidar com isso é cada jogo como um mata-mata - completou.

O próximo jogo do Vasco é contra a Chapecoense, neste domingo, também em São Januário. A partida deve marcar a estreia de Alex Teixeira, novo reforço do clube.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários