Bastidores para contratar Fausto Vera tiveram pechincha do Corinthians e papo olho no olho
Fábio Lázaro
Bastidores para contratar Fausto Vera tiveram pechincha do Corinthians e papo olho no olho


A venda do volante Fausto Vera ao Corinthians foi oficializada na última segunda-feira (25) pelo Argentinos Juniors, clube que o atleta defendia.

+ Vera é o próximo! Relembre argentinos que já passaram pelo Timão

O Timão ainda não realizou o anúncio oficial. O valor, tempo de contrato e moldes da transação ainda não foram informados, até aqui.

Segundo apurado pelo LANCE! , a operação custou ao Time do Povo 6,5 milhões de dólares (R$ 34,9 mi, na cotação atual), podendo chegar a 8 milhões de dólares (R$ 43 mi) com bônus e premiações. O vínculo terá duração até o fim de 2026.

A equipe argentina receberá 4,5 milhões de dólares (R$ 24,1 mi, cotação atual) de forma parcelada. Os juros e encargos, além de comissão aos intermediários do negócio, custarão 2 milhões de dólares (R$ 10,7 mi).

No comunicado de venda, o Argentinos Juniors confirmou que repassará 70% dos direitos jogadores ao Corinthians, mantendo 30%.

+ Veja datas e horários dos jogos da Copa do Brasil

NEGOCIAÇÃO PELO VALOR

Mas para chegar a esses números, a diretoria corintiana precisou de paciência na negociação, que durou cerca de duas semanas.

Inicialmente, o Corinthians ofereceu 7 milhões de dólares (R$ 37 mi, na cotação atual) na operação total, que já seria parcelada. O Argentinos Juniors receberia R$ 4 milhões de dólares (R$ 21,4 mi).

O clube portenho, no entanto, não gostou do preço. A ideia era ter em mãos 6,5 milhões de dólares (R$ 34,8 mi). E foi nesse ponto que as tratativas se intensificaram, como uma espécie de pechincha do Timão.

A possibilidade de bonificação por meta de jogos e títulos conquistados surgiu no decorrer das tratativas e agradou a diretoria do Argentinos Juniors.

A aposta nesse modelo de negócio foi para compensar a ausência financeira que o Corinthians tinha para pagar um valor tão alto no estágio inicial da negociação.

Além do parcelamento da quantia total, a ideia de bonificar também é de compensar o pagamento ao Argentinos Juniors durante a passagem de Vera pelo time do Parque São Jorge. Isso porque, no compasso que o Timão vai vencendo e se classificando em competições ele recebe premiações.

Para finalizar a negociação houve até mesmo uma conversa olho a olho entre os membros da direção corintiana e Cristian Malaspina, presidente do Argentinos Juniors, que veio ao Brasil no último fim de semana para selar o negócio.

Nesse momento, a situação já estava bem encaminhada, tanto que o advogado da equipe argentina também viajou.

CONCORRÊNCIA EUROPEIA E APOIO DE EMPRESÁRIOS

Em meio a negociação do Corinthians com o Argentinos Juniors, o Genk, da Bélgica, também procurou a equipe portenha por Fausto Vera.

Financeiramente, a proposta dos belgas não foi muito diferente ao que o Timão ofereceu inicialmente pelo volante. No entanto, a parte corintiana tinha como trunfo as tratativas com os representantes do jogador.

A ideia do estafe de Vera foi o potencial de vitrine do Corinthians para o mercado central da Europa, principalmente com o clube alvinegro estando nas quartas de final da Copa Libertadores da América.

Já no Genk, ainda que o meio-campista cumprisse o objetivo de chegar ao Velho Continente, ele atuaria em um mercado fora do grande centro e sem muita visibilidade.

MONITORAMENTO

Vera foi bem qualificado pela comissão técnica, que, desde a lesão de Paulinho, visava um atleta para a função. O camisa 15 rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e não atuará mais nesta temporada.

Para chegar à contratação, o Corinthians contou com a ajuda dos representantes de Vera na América do Sul. Pessoas ligadas a Kristian Bereit, que é agente do meia, estiveram no Brasil e entraram em contato com o Timão.

O jogador, que inicialmente foi oferecido pelo Time do Povo, passou por um processo de monitoramento e agradou o clube.

A situação foi parecida com a do chileno Erick Pulgar, que teve o seu nome levado ao Corinthians por pessoas de fora, foi avaliado positivamente, mas não teve a negociação concluída por conta de uma acusação de violência sexual contra uma mulher, no Chile.

Outras equipes brasileiras chegaram a monitorar Fausto Vera, mas o Corinthians foi o único que avançou às negociações e, por fim, fechou com o jogador.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários