De virada, Criciúma vence e mantém o CSA no Z4 da Série B
Futebol Latino
De virada, Criciúma vence e mantém o CSA no Z4 da Série B


Em duelo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, Criciúma e CSA mediram forças na noite desta segunda-feira, no estádio Heriberto Hülse. E os mandantes levaram a melhor. Saindo atrás no placar com gol marcado por Rodrigo Rodrigues, o Tigre aproveitou a desvantagem numérica do Azulão para virar, já na segunda etapa, com dois gols de Marquinhos Gabriel, fechando com a conta em 2 a 1.

Com o resultado, a equipe catarinense chegou aos 25 pontos mantendo-se na 11ª colocação, enquanto o time alagoano, por conta do revés fora de casa, acabou estacionando na 17ª posição com seus 20 pontos.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

CSA ABRE A CONTAGEM LOGO NO INÍCIO

Mesmo jogando longe de seus domínios, a equipe do CSA, logo nos primeiros minutos, tratou de surpreender o Criciúma. Praticamente na primeira jogada, após ser lançado em profundidade, Osvaldo ajeitou e cruzou na medida para Rodrigo Rodrigues que, ao cabecear, viu a bola bater nas costas do defensor do Tigre, com o goleiro Gustavo tocando antes de entrar.

Com a vantagem no marcador, a equipe da casa partiu em busca da recuperação. Entretanto, foi o Azulão quem tentou manter o ritmo forte visando jogadas ofensivas, mas todas sem sucesso.

ALAGOANOS FICAM EM DESVANTAGEM NUMÉRICA

Até que aos 28 minutos, a situação passou a ficar um pouco complicada para o time do CSA. Após entre Wellington e Lohan, o árbitro Maguielson Lima Barbosa foi chamado para a cabine do VAR e, momentos depois, aplicou o vermelho ao zagueiro. Com isso, obrigou o técnico Alberto Valentim recompor seu sistema defensivo colocando Werley no lugar de Lourenço.

Por conta da situação, o Tigre passou a explorar os espaços em campo na expectativa de encontrar seu tento antes do término da etapa inicial. Porém, apesar de algumas boas chances, sendo a melhor com Thiago Alagoano que parou na defesa do goleiro Jean, o primeiro tempo acabou com vitória parcial por parte do Azulão.

CRICIÚMA ADOTA POSTURA OFENSIVA E IGUALA O MARCADOR

Precisando correr contra o tempo, que seria mais um obstáculo na etapa complementar, o time da casa foi para cima do adversário desde os primeiros movimentos. No entanto, até meados dos 15 minutos, apesar de apostar em jogadas dentro da área do Azulão, viu a defesa levar a melhor em todas.

Até que depois de muita insistência, aos 21 minutos, finalmente encontrou seu gol. Após Helder levantar na segunda trave, Marquinhos Gabriel apareceu para mandar de cabeça para o fundo das redes.

TIGRE CONSEGUE A VIRADA

O tento empolgou a torcida local nas arquibancadas do Heriberto Hülse. Apostando novamente em uma jogada aérea, Lohan tentou na primeira, porém com a bola sobrando para Marquinhos Gabriel mandar sem chances para Jean. Virada dos mandantes em Santa Catarina.

Em vantagem no placar pela primeira vez no jogo, o técnico Claudio Tencatti então optou por gastar o tempo até os acréscimos, promovendo algumas trocas. Sendo assim, viu sua equipe mostrar superioridade até o fim, evitando que o rival conseguisse recuperar posse de bola, dando a deixa para a arbitragem soprar o apito aos 50 minutos, com direito a muita festa da torcida do Criciúma após o término.

FICHA TÉCNICA
Criciúma 2x1 CSA


Data e horário: 25/07/2022 - 19h (de Brasília)
Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)
Árbitro: Maguielson Lima Barbosa (DF)
Assistentes: Lucas Costa Modesto (DF) e Lehi Sousa Silva (DF)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)

Cartões amarelos: Marcelo Hermes, 13'/1ºT; Arilson, 19'/1ºT; Felipe Augusto, 23'/2ºT; Lohan, 40'/2ºT

Cartão vermelho: Wellington, 28'/1ºT

Gols: Rodrigo Rodrigues, 4'/1ºT (1-0); Marquinhos Gabriel, 21'/2ºT (1-1); Marquinhos Gabriel, 33'/2ºT (2-1)

CRICIÚMA: Gustavo; Cristovam (Lucas Xavier, aos 17'/2ºT), Rodrigo, Henríquez Bocanegra e Marcelo Hermes (Hélder, aos 17'/2ºT); Gustavo Cazonatti (Lucas Poletto, no intervalo), Arilson, Marquinhos Gabriel, Thiago Alagoano (Caio Dantas, aos 31'/2ºT) e Felipe Matheus; Lohan (Léo Costa, aos 41'/2ºT). (Técnico: Claudio Tencatti)

CSA: Jean; Diego Renan, Wellington, Lucão e Edson; Geovane (Rogério, aos 34'/2ºT), Igor Inocêncio, Lourenço (Werley, 32'/1ºT) e Gabriel (Tito, aos 34'/2ºT); Rodrigo Rodrigues (John Mercado, aos 15'/2ºT) e Osvaldo (Felipe Augusto, aos 15'/2ºT). (Técnico: Alberto Valentim)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários