Jordan, Magic e Bird: partida histórica do Dream Team completa 30 anos
Lance!
Jordan, Magic e Bird: partida histórica do Dream Team completa 30 anos


Não é segredo para ninguém que o "Dream Team" de 1992 é o maior e mais talentoso time de basquete da história. Com Michael Jordan, Magic Johnson, Larry Bird e outras lendas do esporte, a equipe americana 'passou o carro' e não teve dificuldades para vencer o ouro. Apesar disso, o melhor jogo daquele combinado foi visto por poucos e, curiosamente, completa 30 anos neste sábado.

Depois de vencer a França sem dificuldades em amistoso preparatório para as Olimpíadas de Barcelona, o técnico Chuck Daly promoveu um treinamento especial. Nele, os jogadores do Dream Team se reuniriam em equipes de cinco, Leste contra Oeste. A partida foi acompanhada apenas pela comissão técnica, mas o treinador pediu para que fosse gravada. E o resto é história.

Com a equipe do Leste capitaneada por Michael Jordan, e a do Oeste por Magic Johnson, o jogo começou tranquilo. Contudo, a partida foi ganhando ar mais sério a cada jogada e, além disso, os jogadores começaram a fazer o tradicional 'trash talk'. Anos depois, o gênio da camisa 23 comentou sobre o duelo e cravou como 'o melhor que já participou'.

- Foi o melhor jogo que já participei, sem treinadores, embora um árbitro que mal apitou. Você tinha dez jogadores do Hall da Fama jogando uns contra os outros, a maneira como eles competem, o desejo, o 'jogo falado', todas as coisas bonitas sobre o jogo foram refletidas em uma partida - disse.

Magic Johnson foi outro que falou sobre a partida, em entrevista ao 'Jimmy Kimmel'. Segundo a lenda dos Lakers , aquela foi a única vez que brincou com Michael Jordan, já que o melhor da história não tomou conhecimento da equipe adversária. E no final, ainda deu resposta marrenta.

- Ele estava impossível, é o melhor que vi jogar sem dúvida. Ele deu um 360º no meio da partida que deixou todos boquiabertos. No final ele ainda veio: 'Magic, Larry, vocês tiveram o seu tempo, mas tem um xerife novo na cidade' - concluiu o ex-jogador.

Certamente, o jogo deu um ânimo ainda maior para a equipe de basquete americana nas Olimpíadas de 1992. Nos Jogos de Barcelona, o Dream Team combinou para 938 pontos em oito partidas, 350 de vantagem em relação aos adversários. Na final, a equipe comandada por Chuck Daly venceu a Croácia e terminou a competição com o ouro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários