Com Lisca presente na Vila, Santos vence e agrada a 'impaciente' torcida
Gabriel Teles
Com Lisca presente na Vila, Santos vence e agrada a 'impaciente' torcida


Nesta quarta-feira (20), o Santos recebeu, na Vila Belmiro, o Botafogo. Frente a 8.453 torcedores, sendo Lisca, novo técnico do clube, um deles, o Peixe garantiu a vitória, por 2 a 0. Com isso, o time garante a 9ª posição do Campeonato Brasileiro. O protesto das organizadas não se misturou com os demais setores do estádio, que gostaram da atuação do time santista.

Nos arredores da Vila Belmiro, cartazes pedindo a renúncia do Presidente Andrés Rueda podiam ser encontrados com facilidade. Muitos pensamentos contrários à vinda do treinador Lisca geraram força para manifestações contra a gestão do atual mandatário do Peixe.

Protesto contra Andrés Rueda na Vila Belmiro

Este cartaz estava perto do ônibus do Santos (Foto: Gabriel Teles/LANCE!)

Com a bola rolando, os primeiros minutos foram de tensão, mas, passado algum tempo, a explosão na hora do gol marcado por Léo Baptistão abafou qualquer impaciência que ousasse se instaurar na Vila.

A primeira etapa ainda rendeu uma situação desperdiçada por Marcos Leonardo, após jogada individual feita por Baptistão. Diferente do ocorrido dos últimos jogos, a torcida do time santista aplaudiu a entrega os atletas na saída para o intervalo.

Enquanto o público aguardava o retorno do segundo tempo, o sistema de áudio repercutiu uma nota pedindo que o torcedor do Peixe tivesse consciência nas suas atitudes, fazendo referência à invasão de campo ocorrida diante do Corinthians.

No segundo tempo, o Santos demonstrou uma postura mais cautelosa no gramado. Porém, a grande partida realizada pela dupla João Paulo e Eduardo Bauermann conseguia inflamar as arquibancadas.

O gol do Marcos Leonardo parecia trazer paz para os ânimos no estádio. Entretanto, a Torccida Jovem levantou faixas pedindo jogadores e chamando o planejamento da diretoria de 'amador'.

Protesto torcida do Santos na Vila Belmiro

A Torcida Jovem protagonizou o protesto no final do jogo (Foto: Gabriel Teles/LANCE!)

Após o apito final, não houve protestos para os atletas ou para a contratação do novo técnico. O próximo compromisso do Santos é contra o Fortaleza, fora de casa, pelo Brasileirão, neste domingo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários