Em dia de festa para Alex Teixeira, Vasco sai atrás, mas busca o empate com o Ituano em São Januário
Felippe Rocha
Em dia de festa para Alex Teixeira, Vasco sai atrás, mas busca o empate com o Ituano em São Januário


Dos males o menor. Em São Januário, nesta terça-feira, o Vasco saiu atrás do placar e viu a torcida - que foi também para ver a festa para Alex Teixeira - pressionar o próprio Cruz-Maltino. Mas o time conseguiu empatar no segundo tempo, chegou a 35 pontos e se mantém na vice-liderança da Série B do Campeonato Brasileiro. Rafael Elias e Raniel fizeram os gols do jogo. O próximo compromisso do time de Maurício Souza é contra o Vila Nova, fora de casa.

QUEM NÃO FAZ LEVA... E RÁPIDO
O Vasco estava com praticamente o time todo titular, mas começou a partida tão mal que parecia mais desfalcado. Erros de passes em jogadas simples foram vistos. Até que, aos 13 minutos, Andrey fez grande jogada pela direita, cruzou e a bola surpreendeu todo mundo. O problema é que surpreendeu também Erick, que não a alcançou. Gol perdido sem goleiro. E, no contra-ataque, Mário Sérgio cruzou da linha de fundo, Aylon chutou, Thiago Rodrigues deu rebote e Rafael Elias guardou. A primeira boa chance do Cruz-Maltino foi aos 18, quando Yuri fez o goleiro Filipe trabalhar após bom cruzamento de Gabriel Dias. Aos 25, Neto Berola chutou da entrada da área e Thiago defendeu.


PRESSÃO MANDANTE
O time da casa conseguiu impor pressão na metade final da primeira etapa: aos 28, Raniel cabeceou no meio do gol, fácil para o goleiro. Com 42 minutos, Nene cobrou falta da entrada da área e o destino da bola foi a trave direita de Filipe. Gabriel Pec fez o goleiro adversário fazer boa defesa mais uma vez aos 45, após cruzamento venenoso da esquerda. Aos 49, Raniel recebeu na entrada da área e chutou forte de esquerda. Bola na trave mais uma vez.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

VAIAS
A primeira chance de perigo na segunda etapa foi do time visitante. Neto Berola cruzou da esquerda, aos nove, e Rafael Elias cabeceou para a defesa de Thiago Rodrigues. O Vasco tentava incomodar, mas mesmo quando Raniel chutou forte, estava impedido, aos 16. Aos 20, um susto para a torcida vascaína: o veterano Gerson Magrão, que havia entrado há pouco, quase marcou um gol olímpico. Maurício Souza chegou a fazer três alterações de uma vez, mas as vaias eram mais intensas que a pressão sobre o Ituano.

GOL DE EMPATE
E não é que o Vasco merecesse de todo, mas conseguiu. Aos 32 minutos, Nene cobrou escanteio, Quintero cabeceou, o goleiro deu rebote e Raniel completou para a festa da torcida. O time da casa, mais na vontade do que na técnica, tentava chegar novamente ao gol adversário, mas sofria. E não conseguiu virar. Ao final da partida, a torcida pediu a saída do treinador vascaíno.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 1 ITUANO


Data e hora: 19/7/2022, às 21h30
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (FIFA-PR)
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)
Público pagante: 19.158 pessoas
Público presente: 20.508 pessoas
Renda: R$ 513.586,00

Cartões Amarelos: Quintero, Anderson Conceição e Yuri (VAS); Filipe, Kaio, Caique e Bruno Lopes (ITU)
Cartões Vermelhos: Não houve.

Gols: Rafael Elias (14'/1ºT, 0-1) e Raniel (32'/2ºT, 1-1)

VASCO: Thiago Rodrigues, Gabriel Dias (Léo Matos, 14'/2ºT), Quintero, Anderson Conceição e Edimar (Riquelme, 14'/2ºT); Yuri (Juninho, 14'/2ºT), Andrey e Nene; Gabriel Pec (Marlon Gomes, 29'/2ºT), Raniel e Erick (Eguinaldo, 21'/2ºT) - Técnico: Maurício Souza.

ITUANO: Filipe, Kaio, Lucas Dias, Bernardo Schappo e Mário Sérgio; Rafael Pereira (Dudu Vieira, 26'/2ºT), Caique (Jiménez, 20'/2ºT) e Lucas Siqueira; Aylon (Chrigor, 26'/2ºT), Rafael Elias (Bruno Lopes, 26'/2ºT) e Neto Berola (Gerson Magrão, 14'/2ºT) - Técnico: Carlos Pimentel.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários