Ricardo Goulart publica mensagem de despedida do Santos: 'Não me senti respeitado'
Lance!
Ricardo Goulart publica mensagem de despedida do Santos: 'Não me senti respeitado'


O meia-atacante Ricardo Goulart se despediu do Santos em post nas redes sociais nesta segunda-feira. O jogador disse que "não se sentiu respeitado" no clube e que as coisas não saíram como ele imaginava.

A ideia de deixar o clube partiu do próprio jogador. Segundo apuração do LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE , Goulart não se viu contribuindo o necessário e, após perder um dos pênaltis na eliminação para o Deportivo Táchira, ficou sem clima para seguir no Peixe. Ele abriu mão de tudo que tinha para receber.

+ Janela abriu! Veja como podem ficar os times do Brasil com os novos reforços

Foram apenas seis meses no Santos. Goulart entrou em campo apenas 30 vezes, marcou quatro gols e deu três assistência. Ele chegou a ser titular no começo da temporada, mas perdeu espaço com o técnico Fabián Bustos. No duelo que determinou a queda do time na Copa Sul-Americana, entrou nos minutos finais e errou a cobrança de pênalti.

Confira abaixo a despedida de Goulart:

"Foram 6 meses no SANTOS FC, e eu sei muito bem o que esse time representa no futebol.

Encerro minha passagem como jogador aqui.

Quando cheguei, sabia do desafio, da responsabilidade e expectativa que eram depositadas sobre mim. Nas oportunidades que tive de estar dentro de campo, minha intenção era somar com os meus companheiros para conseguirmos resultados positivos.

Na minha simplicidade e com mais experiência, intensifiquei a união do grupo. Estava disposto a fazer o meu melhor, mas infelizmente as coisas não saíram como planejei. Não tive a oportunidade que eu almejava ter, e não me senti respeitado pela história que construí com muito trabalho e dedicação até hoje.

Meu caráter e profissionalismo vão além do que estimam, e prefiro sair pelas portas da frente e preservar a minha família, que é a minha maior conquista até aqui.

Aos meus companheiros, foi um enorme prazer estar com vocês, dividir vestiários e estarmos juntos em cada treino e jogos.

À diretoria, o meu muito obrigado por ter confiado em mim e ter me dado a oportunidade de vestir essa camisa tão respeitada.

O SANTOS FC não merece estar nessa situação, e certamente meus companheiros irão reverter isso com a ajuda dos torcedores.

É preciso entender a hora de se retirar e, pela pessoa idônea que sou, assim decidi.

Gratidão por tudo que vivi aqui 🤍🖤

Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé. (2 Timóteo 4:7)".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários