Brasileiros dão show, conquistam 13 cinturões e vencem todas as lutas no Grand Prix Internacional de Boxe
Lance!
Brasileiros dão show, conquistam 13 cinturões e vencem todas as lutas no Grand Prix Internacional de Boxe


Só deu Brasil no Grand Prix Internacional de Boxe, encerrado neste domingo, 17, no Velódromo do Parque Olímpico do Rio de Janeiro. Todos os 13 atletas da seleção olímpica brasileira que disputaram as finais saíram vitoriosos e com cinturão.

As atuações mais contundentes foram de Yuri Falcão e Flávia Figueiredo, que venceram o argentino Dustin Castro e a mexicana Valeria De La Cruz por interrupção do árbitro no 1º round, conquistando os títulos até 63,5kg e 75kg, respectivamente.

Todas as outras 11 lutas de cinturão foram decididas pelos jurados ao longo do evento, que começou na última quarta-feira, os brasileiros enfrentaram atletas de outras seis nacionalidades: Argentina, Colômbia, Equador, México, Panamá e Paraguai.

Destaques do Brasil na Olimpíada de Tóquio, Abner Teixeira (+92kg), Wanderson "Shuga" Oliveira (até 71kg), Keno Marley (até 92kg) e Bia Ferreira também foram campeões em suas respectivas categorias.

"Foi muito emocionante, pois tenho poucas lutas no Brasil, a maioria são fora, então é muito especial participar de um evento internacional aqui em casa. Fico muito feliz por poder trazer amigos e família para me assistir de pertinho", celebrou Bia Ferreira.

"Estamos trabalhando a todo vapor, Paris está muito perto, estamos fazendo o máximo de evento possíveis, se preparando ao máximo para trazer pelo menos mais três medalhas na próxima olimpíada", projetou a vice-campeã olímpica.

O resultado no Grand Prix Internacional de Boxe só ratifica o protagonismo do Brasil no continente. Só nesses primeiros sete meses de 2022 a seleção brasileira foi campeã por equipes na Hungria, na República Tcheca e no Continental das Américas.

"A gente vem de grandes resultados no preparatório para Paris, conquistando medalhas em várias competições e mostrando que a nossa preparação está à frente dos outros países do continente", destacou o head coach da seleção, Mateus Alves.

A vitória brasileira não veio apenas dentro do ringue. O sucesso do Grand Prix Internacional, realizado pela Confederação Brasileira (CBBoxe), também ratificou o Brasil no mapa dos grandes eventos internacionais.

Confira abaixo os resultados completos e todos os campeões do Grand Prix Internacional:

Masculino

+92kg: Abner Teixeira (BRA) venceu Javier Cruz (MEX) por decisão
Até 71kg: Wanderson "Shuga" Oliveira (BRA) venceu Marco Alonso (MEX) por decisão
Até 63,5kg: Yuri Falcão Reis (BRA) venceu Dustin Castro (ARG) por interrupção do árbitro no R1
Até 80kg: Wanderley Pereira (BRA) venceu Juan Baltazar (MEX) por decisão
Até 92kg: Keno Marley (BRA) venceu Carlos Rodriguez (MEX) por decisão
Até 57kg: Douglas Andrade (BRA) venceu Luís Bonolis (COL) por decisão
Até 51kg: Ruan Pablo de Jesus (BRA) venceu Pedro Alarcon (COL) por decisão

Feminino

Até 60kg: Bia Ferreira (BRA) venceu Viviana Palavecino (ARG) por decisão
Até 75kg: Flávia Figueiredo (BRA) venceu Valéria De La Cruz (MEX) por interrupção do árbitro no R1
Até 66kg: Bárbara Santos (BRA) venceu Lucía Pérez (ARG) por decisão
Até 57kg: Jucielen Romeu (BRA) venceu Sofia Robles (ARG) por decisão
Até 54kg: Tatiana Chagas (BRA) venceu Milagros Herrera (ARG) por decisão
Até 50kg: Caroline Almeida (BRA) venceu Aldana Lopez (ARG) por decisão

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários