Falhas comprometem e Vasco perde para o Sampaio Corrêa na Série B
Matheus Guimarães
Falhas comprometem e Vasco perde para o Sampaio Corrêa na Série B


Na última partida fora de casa no primeiro turno, o Vasco perdeu para o Sampaio Corrêa por 3 a 1. Até o momento, foi a pior atuação do time de São Januário na Série B do Campeonato Brasileiro . A 'Bolívia' marcou com Gabriel Poveda e duas vezes com Ygor Catatau. Erick descontou para o Cruz-Maltino.

As ausências de Thiago Rodrigues, Andrey Santos, e Figueiredo mostraram que a equipe não só depende do Nene, mas também de outras peças para fazer a engrenagem girar.

ERROS INDIVIDUAIS COMPROMETEM
O Vasco começou a partida ligeiramente melhor e finalizando mais. Contudo, uma falha individual de Matheus Barbosa, que teve a tarefa de substituir Andrey Santos, originou o gol do Sampaio Corrêa. Aos 19 minutos, Gabriel Poveda recebeu na entrada da área e finalizou sem chances para o goleiro Halls.

A equipe de São Januário ainda teve boas oportunidades. Mas pararam nas boas defesas do goleiro Gabriel Batista. Depois de ficar atrás no placar, o sistema defensivo vascaíno se desorganizou e deu espaços. Quando partiam em contra-ataque, os donos da casa sempre estavam em vantagem numérica.

LEI DO EX
​Já na etapa final de partida, foi a vez de Ygor Catatau, que atuou no Vasco em 2020, ser o protagonista do Sampaio Corrêa. Aos 11 minutos, Catatau aproveitou cruzamento de Mateusinho para cabecear sem chances para Halls.

Frente a um Vasco completamente exposto, o Sampaio Corrêa continuou em cima e aproveitou os espaços para fazer o terceiro. Ygor Catatau partiu em velocidade e tocou na saída do goleiro para ampliar para o time maranhense.

SUBSTITUIÇÕES SEM EFEITO
O técnico Maurício Souza fez as cinco alterações antes da metade do segundo tempo. Porém, o time desorganizou e perdeu suas principais características: a consistência e solidez defensiva.

DESFALQUES FAZEM FALTA
As ausências de Andrey Santos e Figueiredo prejudicaram o entrosamento do Vasco. Matheus Barbosa falhou no gol. Erick diminuiu o placar e mais nada. Já na meta vascaína, Halls sofreu três gols e essa foi a primeira vez na competição, que balançaram três vezes as redes do Cruz-Maltino em uma partida. O time ideal titular funciona como uma engrenagem. Ou seja, não gira na falta de peças.

+ Confira a tabela da Série B

FICHA TÉCNICA
SAMPAIO CORRÊA 3 X 1 VASCO

Data e hora: 16/07/2022, às 16h30
Local: Castelão, São Luís (MA)
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Luanderson Lima dos Santos (BA)
VAR: Vinicius Furlan (SP)
Público presente: 29.300 pessoas

Cartões Amarelos: Nilson Júnior (SCO), Pará (SCO) e Rafael Vila (SCO); Anderson Conceição (VAS) e MT (VAS).
Cartões Vermelhos: Não houve.

Gols: Gabriel Poveda (19'/1ºT 1-0), Ygor Catatau (11'/2ºT 2-0 e 24'/2ºT 3-0); Erick (37'/2ºT 3-1)

SAMPAIO CORRÊA: Gabriel Batista; Mateusinho (Andrey, 43'/2ºT), Gabriel Furtado, Nilson Júnior e Pará; André Luiz (Lucas Araújo 38'/2ºT), Ferreira e Rafael Vila (Soares, 43'/2ºT); Pimentinha (Maurício, 35'/2ºT), Gabriel Poveda e Ygor Catatau (Renatinho, 35'/2ºT) - Técnico: Léo Condé.

VASCO: Halls; Léo Matos, Quintero (Riquelme, 28'/2ºT), Anderson Conceição (Danilo Boza, 0'/2ºT) e Edimar; Yuri Lara, Matheus Barbosa (Luiz Henrique, 15'/2ºT) e Nene (Juninho, 0'/2ºT); Gabriel Pec (MT, 15'/2ºT), Erick e Raniel - Técnico: Maurício Souza.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários