Para Abel Ferreira, rival do Palmeiras 'teve mais sorte' em classificação na Copa do Brasil
Lance!
Para Abel Ferreira, rival do Palmeiras 'teve mais sorte' em classificação na Copa do Brasil


Em entrevista coletiva após a eliminação do Palmeiras para o São Paulo na Copa do Brasil, Abel Ferreira fez uma análise da partida e lamentou as chances perdidas pela equipe alviverde. Para o treinador, seu time ‘mereceu mais’ e o adversário ‘teve sorte’ na classificação.

GALERIA

> ATUAÇÕES: Weverton tenta, mas não salva Palmeiras de eliminação

TABELA

> Clique e confira a tabela completa e simulador da Copa do Brasil!

- Futebol é isso. Não vou ficar dando explicações. O futebol é assim. Fomos melhores, mas passou o nosso adversário. Tivemos oportunidades de fazer 4 a 0, tivemos oportunidades para matar o jogo e não fizemos. O futebol iluminou nosso adversário com um pênalti depois de uma jogada bem trabalhada. Agora, comparem o pênalti dado a favor deles com o pênalti não marcado em cima do Dudu. Façam as vossas conclusões. Também tem o fator sorte e hoje nosso adversário foi feliz nisso - desabafou.

Ao falar sobre a sequência de jogos do Verdão e uma possível queda de rendimento, o português ‘bateu na tecla’ de que a eliminação não pode ser explicada da maneira convencional.

O comandante alviverde fez questão de reforçar a ideia de que o Palmeiras foi superior na partida, mas pecou com uma falta de eficiência e sorte maior dos adversários.

- Não sei como isso afeta nosso psicológico. Hoje fizemos um bom jogo e o resultado foi injusto. Isso penaliza a nossa falta de eficiência e às vezes queremos arrumar explicações para tudo. Mas a verdade é que nunca fomos iluminados nos pênaltis. Nosso adversário foi mais competente e melhor nisso, além do ‘cadinho’ de sorte - disse Abel Ferreira, que prosseguiu:

- Não cabe a mim procurar explicações. Se vocês assistirem os primeiros 15 minutos de jogo, os jogadores do adversário estavam perdidos. Os jogadores do São Paulo não sabiam o que fazer. Não sabiam. Não vou falar sobre tática. Nem sempre ganha a equipe que joga melhor e foi o que aconteceu hoje. Para mim existe sorte no futebol e hoje eles tiveram isso, além da competência nos pênaltis.

Por fim, Abel Ferreira foi direto ao comentar sobre as chegadas dos novos reforços, os centroavantes Merentiel e Flaco López, que podem estrear pelo time a partir da próxima semana.

- Não acho que os jogadores devem chegar com essa pressão de serem os melhores. Ninguém faz milagres aqui. Isso aqui não é playstation (video-game). Os jogadores que chegarem precisam de tempo para adaptação. Só isso - concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários