Luccas Lira conquista mais um título nos Emirados Árabes Unidos e vibra: 'Experiência maravilhosa'
TATAME
Luccas Lira conquista mais um título nos Emirados Árabes Unidos e vibra: 'Experiência maravilhosa'


Promessa do Jiu-Jitsu brasileiro, Luccas Lira vem cravando o seu nome como um dos grandes atletas em ação nos Emirados Árabes Unidos atualmente. Aos 24 anos, o faixa-marrom, que é natural da cidade de João Pessoa, na Paraíba, disputou o Fujairah International Pro - organizado pela AJP Tour - e, além da medalha de ouro, faturou uma premiação de 400 dólares.

- Participar de mais um evento de nível internacional foi uma experiência muito produtiva. Fiz lutas com três adversários de três nacionalidades diferentes. Já esperava uma boa performance porque estou treinando muito e consequentemente evoluindo bastante - declarou o faixa-marrom.

Os Emirados Árabes Unidos vem se tornando a casa de muitos brasileiros que buscam viver melhor através do Jiu-Jitsu. Dando todo o suporte para os atletas, financeiro e de ordem técnica, o país virou um dos berços da arte suave mundial. Questionado sobre a vida nos EAU, Luccas Lira não escondeu a felicidade, porém, revelou que sua próxima parada deverá ser nos Estados Unidos.

- Morar nos Emirados tem sido uma experiência maravilhosa. Aqui eles valorizam muito o Jiu-Jitsu e o esporte no geral. Ser atleta contratado por um clube e receber para treinar e competir é algo que eu sempre sonhei. Mas a minha expectativa é voltar para os Estados Unidos assim que meu visto for aprovado, porque tenho grandes objetivos a serem conquistados por lá - completou.

Dentre as principais conquistas recentes do lutador estão o Grand Slam e o World Pro de 2021, além da segunda seletiva do ADCC que ocorreu no início deste ano. Pupilo de Roberto Cyborg na Fight Sports - uma das maiores equipes da atualidade -, Luccas Lira ainda acumula no currículo diversos Opens que venceu quando treinava na academia nos EUA.

- Estou vivendo o presente, mas buscando competir o máximo possível para ir ajustando meus erros e chegar com tudo no World Pro, em novembro, evento que já ganhei na faixa-roxa e agora estou buscando o título na faixa-marrom. No meio disso pode vir um convite de última hora para o ADCC em Las Vegas e por isso tenho unido à minha rotina treinos de sem quimono. Estou pronto para o que o futuro reserva - finalizou o atleta.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários