Carol Ladaga relata espírito de liderança do Vasco pela classificação no Brasileirão Feminino A2
Lance!
Carol Ladaga relata espírito de liderança do Vasco pela classificação no Brasileirão Feminino A2


O Vasco empatou em 1 a 1 com o Fluminense na Série A2 do Campeonato Brasileiro Feminino, no último domingo (10). A lateral-esquerda das Meninas da Colina, Carol Ladaga comentou que a dedicação e o esforço são diários para que a equipe consiga iniciar uma reação, além de brigar pela vitória nos próximos dois jogos.

- Nos clubes que eu passei sempre tive esse espirito de liderança dentro de mim. Eu gosto de estar ajudando as pessoas, me comunicando com o time porque isso é muito importante e eu acho que esse espírito de liderança, nesse momento da competição, em que a gente precisa de vitórias, não só eu mas as outras também possuem esse espírito muito grande dentro do Vasco. A gente procura estar sempre se motivando, trabalhando duro, mostrando para as meninas que somos capazes de conseguir. As vitórias não têm vindo por detalhes, mas nessa altura da competição o espírito de liderança vai ter que ser muito mais aflorado, de querer ajudar, fazer o que o técnico propor, se doar o máximo e mostrar que o Vasco é capaz, é um time grande que briga por títulos, para estar sempre lá em cima na tabela e nosso foco é classificar e conseguir o acesso. Vamos com esse foco para buscar as duas vitórias nessa fase final do campeonato - declarou Carol.

Caroline Ladaga, de 28 anos, foi anunciada pelo Vasco da Gama no dia 26 de maio de 2022. Essa é a segunda passagem da atleta pelo Cruz-maltino, no qual realizou sua formação nas categorias de base e sua primeira partida como profissional em 2008.

A jogadora já atuou em clubes da liga universitária e semi-profissional nos Estados Unidos, onde ficou até meados de 2020. Ao retornar ao Brasil, Carol assinou com o Flamengo, no qual atuou por uma temporada até assinar novamente com o Gigante da Colina.

- Eu me sinto muito feliz em estar retornando ao clube em que iniciei a minha carreira, ao clube que deu a minha primeira oportunidade como profissional e é sempre uma honra vestir a camisa do Vasco. Foi aqui que tive a oportunidade de começar a realizar o meu sonho, que era me tornar jogadora profissional de futebol. Na minha primeira passagem pelo clube, eu aprendi muitas coisas, naquela época o futebol feminino não era como hoje, as dificuldades eram maiores, e o Vasco já vinha fazendo esse trabalho com o futebol feminino, claro que tinham suas dificuldades, mas sempre procurando melhorar, procurando fazer com que a modalidade crescesse mais e mais, e essas melhoras vêm acontecendo desde então - pontou a jogadora.

O próximo compromisso das Meninas da Colina é contra o Bahia, no próximo domingo (17), às 15h no Nivaldo Pereira.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários