Rivais na Copa do Brasil, Palmeiras e São Paulo buscam crescimento nos programas de sócios-torcedores
Lance!
Rivais na Copa do Brasil, Palmeiras e São Paulo buscam crescimento nos programas de sócios-torcedores


Nesta quinta-feira, Palmeiras e São Paulo se encontram para decidir quem avança às quartas de final da Copa do Brasil . O confronto, que será no Allianz Parque, já conta com quase 39 mil ingressos vendidos. Fora das quatro linhas, no âmbito dos sócios-torcedores, o Verdão leva vantagem, com mais do que o dobro de inscritos no programa em relação ao rival.

GALERIA
> Confira os públicos do Palmeiras no Allianz Parque em 2022

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Os programas contam com benefício mútuo, que ajudam os clubes no aspecto financeiro e garantem vantagens aos torcedores adeptos, como descontos em ingressos e acesso antecipado. Entretanto, durante a pandemia, houve uma queda repentina e abrupta das assinaturas.

- Os planos de sócios ainda são muito atrelados a ingressos. Nos últimos anos, avançaram nas experiências oferecidas, mas agora contam com a concorrência de ativos internos, como os fan tokens. Por outro lado, alguns clubes não atingem nem 1% em relação ao tamanho da torcida, o que fica evidente a necessidade de reformulação, por que o potencial de crescimento é enorme - contou Armênio Neto, especialista em negócios do esporte.

Agora, com o fim das restrições de público nos estádios, os números voltam a crescer e a média das que disputam vaga nas quartas da Copa do Brasil ilustra essa crescente. Nesta edição do Brasileirão, o torneio segue com uma média superior a 20 mil fãs por jogo, número que foi alcançado apenas uma vez na história dos pontos corridos.

Na partida de ida, 38.201 são-paulinos compareceram ao Morumbi para acompanhar a vitória do time da casa por 1 a 0. Dos presentes, 8.716 eram sócios, pouco mais de 22% do público. Para efeito de comparação, no segundo jogo da final do Campeonato Paulista, 45% dos palmeirenses assinavam o Avanti, plataforma oficial do alviverde.

Desde que Leila Pereira assumiu a presidência do clube, o quadro de sócios aumentou em 67%. Do outro lado, o São Paulo ganhou 10 mil sócios na reta final do estadual, alcançando a marca de 40 mil torcedores. Atualmente, o clube estabilizou em pouco mais de 37 mil adeptos. Em relação a média de público no Brasileirão, o Palmeiras leva vantagem. No Allianz Parque, são 33.465 torcedores por jogo, contra 28.030 no Morumbi.

No mundo virtual, São Paulo e Palmeiras também têm um confronto acirrado. Levando em conta as principais redes sociais oficiais de cada um, o Tricolor aparece em terceiro lugar no ranking de seguidores de clubes brasileiros, com 18,5 milhões, enquanto o Verdão fica uma posição abaixo, com 15,8 milhões.

- A geração de conteúdo através das mídias digitais é fundamental para os ativos e os clubes estão começando a entender este caminho. O engajamento nas mídias pode angariar diversos benefícios às agremiações, como a internalização da marca, captação de novos patrocinadores e crescimento nas redes sociais - explicou Bernardo Pontes, sócio da BP Sports e especialista em marketing esportivo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários