Com Seleção em peso, Grand Prix Internacional de Boxe inclui Brasil no mapa de grandes eventos
Lance!
Com Seleção em peso, Grand Prix Internacional de Boxe inclui Brasil no mapa de grandes eventos


Os maiores astros e estrelas do boxe olímpico do Brasil terão uma agenda de lutas de alto nível na primeira edição do Grand Prix Internacional, nos dias 14, 16 e 17 de julho, no Velódromo do Parque Olímpico, no Rio de Janeiro. A competição contará com a presença de pugilistas de mais seis países: México, Argentina, Colômbia, Panamá, Paraguai e Equador. O Canal Combate e o YouTube da Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe) transmitem o evento.

Dentre as atrações no feminino, estão Beatriz Ferreira (60 kg), medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio e campeã mundial em 2019 e atual vice-campeã mundial; Caroline Almeida (52kg), bronze no Mundial deste ano, e Jucielen Romeu (57kg), ouro no Continental das Américas em março, no Equador.

No masculino, o card reúne lutadores de excelência como Abner Teixeira (+92 kg), medalhista de bronze em Tóquio e de prata no Mundial de 2022; Keno Machado (92kg), vice-campeão mundial em 2021; Wanderson Oliveira, o Sugar (63kg) e Wanderley Pereira (80kg).

O Grand Prix terá a presença de 56 atletas, divididos em quatro times de 13 categorias. Cada equipe contará com sete atletas do masculino e seis do feminino, de acordo com as divisões de peso olímpicas definidas pela Associação Internacional de Boxe (IBA). As lutas serão realizadas em duas sessões, às 14h30 e às 17h30.

"A importância deste evento é dar início a um plano estratégico de trazermos grandes eventos de boxe olímpico ao Brasil. Fizemos uma estrutura de nível internacional, e nossa intenção é fazer uma grande festa do boxe no período de julho. Queremos impressionar as equipes convidadas e os organizadores, e mostrar que o Brasil tem capacidade esportiva e de promover grandes eventos", explica Marcos Cândido de Brito, presidente da Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe).

O Velódromo do Parque Olímpico recebeu na última semana o Campeonato Brasileiro Elite, tanto no masculino quanto no feminino, em um primeiro passo em direção a objetivos maiores. No futuro, a expectativa é de fazer da estrutura o palco de um evento classificatório para os Jogos de Paris-2024.

"Fincamos os pés no calendário internacional e pretendemos repetir isto várias vezes até pulverizarmos o desejo de ter o boxe como um grande entretenimento. Queremos propiciar ao público um espetáculo, de modo que as pessoas possam curtir do começo ao fim, com grandes lutas e grande produção", completou o presidente da CBBoxe.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários