Zé Rafael afirma que Palmeiras 'sofreu por demérito próprio, e não por méritos do rival'
Lance!
Zé Rafael afirma que Palmeiras 'sofreu por demérito próprio, e não por méritos do rival'


O Palmeiras perdeu para o São Paulo por 1 a 0 em jogo válido pela ida das oitavas da Copa do Brasil . De acordo com a visão de Zé Rafael, que falou sobre a partida, o Verdão pecou pela falta de efetividade e afirma que ‘equipe sofreu mais por demérito próprio do que méritos do adversário’.

GALERIA

> ATUAÇÕES: Em meio a Palmeiras “perdido”, Zé Rafael se encontra

TABELA

> Simule todos os resultados da Copa do Brasil 2022!

- 'Pra' gente faltou só efetividade. Acho que a gente não fez uma partida boa e não foi nada do que a gente esperava. Não conseguimos criar o que geralmente criamos e, nas chances que tivemos, não colocamos a bola na rede. Foi só isso, paciência. Eles fizeram uma marcação individual, onde cada jogador ficou em cima de um atleta, e isso acabou atrapalhando um pouco. Sofremos mais por nós mesmos do que por conta de méritos deles. Tivemos boas chances, mesmo com essa marcação, mas infelizmente não fizemos um bom jogo. Cabeça nos próximos - reforçou.

Apesar de testar negativo para a Covid-19, o técnico Abel Ferreira precisou cumprir os protocolos de saúde da CBF e novamente não comandou o Palmeiras no clássico. Em seu lugar, João Martins esteve na beira do gramado.

Zé Rafael reforçou que a falta do treinador não interferiu no resultado do jogo e, por fim, exaltou o auxiliar técnico alviverde.

- Isso faz parte. O protocolo deve ser seguido e não temos controle disso. A nossa equipe foi comandada pelo João Martins, que também nos entende e nos conhece muito bem. Nosso time consegue se comunicar bem com ele. Claro que o Abel faz falta, mas não foi por conta disso que perdemos - concluiu.

Zé ainda falou sobre a falta de Abel (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários