Juiz de Fora Imperadores aprova projeto de captação de recursos via lei de incentivo ao esporte
Henrique Frederico - Valinor Conteúdo
Juiz de Fora Imperadores aprova projeto de captação de recursos via lei de incentivo ao esporte


O Juiz de Fora Imperadores conseguiu, na última semana, a aprovação de um projeto que pode captar até R$ 236 mil através da Lei de Incentivo ao Esporte de Minas Gerais. Por meio deste mecanismo é possível que o Governo Estadual reserve parte de sua arrecadação com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, conhecido como “ICMS Corrente”, para que empresas contribuintes apoiem projetos esportivos no estado.

De acordo com o vice-presidente do Juiz de Fora Imperadores, Daniel Magalhães, o processo para aprovação do projeto demandou muito esforço para todos os profissionais do clube.

“Essa é uma grande vitória para o Juiz de Fora Imperadores. Desde 2020 estamos tentando a aprovação dessa captação de recursos por meio da lei de incentivo ao esporte. Tivemos que correr atrás de documentos, certidões além de pagar taxas em cartórios. Foram dois anos de luta”, explica o dirigente.

Segundo o vice-presidente do clube, os recursos serão utilizados para profissionalizar a comissão técnica, a diretoria e também em despesas com logística além de investimento em outros setores que possam promover o Juiz de Fora Imperadores

“Os recursos serão empregados para custear o transporte, os uniformes do time e a compra de equipamentos para treinos (bolas, cones e ferramentas para preparação física). Além disso, poderemos contratar estagiários, um coach, empresas de publicidade e marketing . Mas não podemos utilizá-lo para pagar aluguel de campo, taxa de arbitragem ou contratações de jogadores. Infelizmente, os atletas ainda continuarão a ter um custo (para participar dos jogos), mas já vai facilitar bastante, especialmente, em viagens”, detalha.

Ainda, de acordo com Daniel Magalhães, os recursos serão fundamentais para aumentar a projeção do Juiz de Fora Imperadores no âmbito nacional e também na criação de projetos sociais com a comunidade.

“Nossa visão do futuro é a longo prazo. Além desse projeto, estamos buscando a aprovação de outro para contemplar crianças e jovens. Sabemos que esses recursos não representam milagres e sim que precisamos trabalhar ainda mais para manter o clube”, destaca.

Programa sócio-torcedor
Outro planejamento do Juiz de Fora Imperadores para arrecadar mais recursos é o projeto de sócio torcedor da equipe. Atualmente, são duas modalidades para os torcedores escolherem: o Corte Imperial custa R$ 19,90 mensais e o Família Imperial, que oferece mais benefícios e tem o preço de R$ 49 por mês. Aqueles que fizerem adesão ao programa sócio-torcedor dos Imperadores, ganham acesso a um perfil em um app exclusivo e personalizado com as cores dos imperadores. ⠀

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários