Ao L!, Textor explica situação de James Rodríguez com o Botafogo e como enxerga o jogador
Sergio Santana
Ao L!, Textor explica situação de James Rodríguez com o Botafogo e como enxerga o jogador


O noticiário do Botafogo foi dominado por James Rodríguez na quarta-feira. O meia colombiano é o novo "grande objetivo" de John Textor, que tem conversas para tentar contratar o jogador , atualmente no Al-Rayyan, do Qatar.

+ Ao L!, Textor explica empecilhos por Zahavi no Botafogo e cita invasão ao CT

Em entrevista exclusiva ao LANCE! no Aeroporto Galeão, John Textor afirmou que as conversas realmente estão acontecendo. O dono da SAF do Glorioso deu mais detalhes. Assista no vídeo acima!

- Eu o amo. Meus filhos cresceram assistindo à seleção da Colômbia e ele era um dos jogadores favoritos deles. É raro ter a possibilidade de poder contratar um talento desse na América do Sul, acho que ele ainda tem muitos anos bons na Europa. Mas temos grandes sonhos, estamos passando por um momento de transformação em Brasil, com a nova Liga. Pode ser uma longa tentativa, ele seria um jogador que transformaria tudo para gente, então nós vamos tentar - afirmou.

Sonho ou uma realidade distante? John Textor mantém os pés no chão, mas não esconde que quer - e que há uma possibilidade, mesmo que remota, do Botafogo contratar James.

- Não posso falar por ele. É uma realidade que o queremos e um sonho se o contratarmos. Até ele decidir é apenas um sonho - colocou.

+ John Textor aumenta influência com o Lyon e Botafogo ganha parceiro estratégico e comercial na Europa

A negociação, de acordo com o empresário, ainda está na fase de conversas e apresentação do projeto. O Al-Rayyan pretende negociar James por 5,5 milhões de dólares (pouco mais de R$ 28 milhões, na cotação atual).

- Estamos conversando com ele. Por enquanto é bem verbal, conversas onde ele poderia encaixar (no projeto). Não é algo no "preto e branco", é uma proposta, tem uma conversa que acontece antes - finalizou.

James tem passagem por grandes da Europa (Christof STACHE / AFP)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários