Rede mundial de John Textor: dono do Botafogo aumenta influência com o Lyon
Sergio Santana
Rede mundial de John Textor: dono do Botafogo aumenta influência com o Lyon


O Botafogo tem um novo 'co-irmão'. John Textor segue na busca da criação de uma "rede mundial" de clubes e foi apresentado como acionista majoritário do Lyon nesta terça-feira. É o quinto clube que norte-americano adquire, o quarto com níveis profissionais a escalas de competitividade.

+ Parceria no Botafogo? Veja jogadores sem espaço no Lyon, novo clube de John Textor

A "Eagle Holding" agora contempla Botafogo, Lyon, Crystal Palace, da Premier League, RWD Molenbeek, da segunda divisão da Bélgica, e FC Florida PrepSchool, um clube com foco universitário nos Estados Unidos e não disputa campeonatos profissionais.

Quase que automaticamente, o Botafogo ganha um novo parceiro estratégico na Europa. John Textor afirmou, durante a apresentação no Lyon, que não existem padrões no que diz respeito a acordos comerciais nos clubes que possui ações, mas que espera que relações se construam de forma natural.

É, de qualquer forma, uma nova maneira do Botafogo ganhar ainda mais espaço na Europa em busca da (ainda mais) internacionalização da marca. O Alvinegro, por exemplo, já teve relações diretas com os perfis oficiais do Lyon nas redes sociais .

+ Textor vê 'relação natural' com Lyon e projeta: 'Espero que o Botafogo seja o melhor formador do Brasil'

- Nós tentamos criar uma família entre os nossos clubes, que trabalhem juntos. Nossos torcedores entendem isso. Isso foi uma coisa muito legal quando compramos o Botafogo. É totalmente distinto do meu investimento no Crystal Palace, mas os torcedores do Rio de Janeiro começaram a se conectar com os de Londres, a trocar culturas, camisas, não competem com os outros. Redes sociais são muito boas para isso. Agora vejo pessoas com a camisa do Crystal Palace no estádio Nilton Santos e vejo camisas do Botafogo nos pubs em Londres. E eles se chamam de irmãos. E há menos de 24 horas já fazem isso com o Lyon - comentou Textor.

Não há uma "receita de bolo" sobre a comunicação entre Botafogo e Lyon, assim como se aplica aos outros clubes da Eagle Holding. É provável, diante da defesa de Textor em 'intercâmbios', que jogadores vão e venham entre clubes - assim como já acontece no Alvinegro, com Dylan Talero e Sebastian Joffre, por exemplo .

PARTICIPAÇÃO DE JOHN TEXTOR NOS CLUBES

FC Florida
: John Textor é o dono do clube, focado em base e que só possui clubes até a categoria sub-23

Crystal Palace : o norte-americano comprou 18% do clube por 87,5 milhões de libras em agosto de 2021, mas aumentou a participação para 40% recentemente. Ele está "atrás" de Steve Parish nas questões operacionais.

+ VEJA A TABELA DO BRASILEIRÃO

Botafogo : o empresário investiu R$ 400 milhões para se tornar acionista de 90% das ações da SAF do Alvinegro.

RWD Molenbeek : Textor adquiriu 80% do clube belga no começo do ano. Os valores não foram revelados.

Lyon : Textor comprou 66,65% das ações, mas o número pode aumentar para 88,55% no futuro. O investimento a curto prazo é de 86 milhões de euros (R$ 466 milhões, na cotação atual). O presidente continuará sendo Jean-Michel Aulas.

John Textor - Lyon

John Textor no Lyon (Foto: OLIVIER CHASSIGNOLE / AFP)

TERRINHA EM PAUTA
Portugal deve ser o próximo destino de Textor. O empresário tem interesse em adquirir uma parte do Porto e aumentar ainda mais a influência da "rede mundial".

Antes mesmo de confirmar a compra do Botafogo, o Benfica foi a prioridade do norte-americano. Os Encarnados, inclusive, se pronunciaram oficialmente por meio de uma nota oficial avisando que recusaram uma oferta de John Textor.

+ Perto do Botafogo, Zahavi é versátil e pode jogar ao lado de Erison

O Botafogo faz parte de um ecossistema que não para de crescer dentro e fora de campo. Por mais que não haja um padrão comercial - mesmos patrocinadores e fornecedores nas equipes da Holding, por exemplo -, há uma direta relação entre os clubes, principalmente no sentido de troca de jogadores e profissionais.

Textor, até por não ocupar as cadeiras mais altas de Lyon e Crystal Palace, garantiu que ainda terá o Botafogo como "prioridade". De qualquer forma, o Alvinegro segue em uma rede focada na construção de jovens jogadores, fortalecimento da marca e evolução das categorias de base.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários