Com Hulk decisivo, Atlético-MG vence o Flamengo no primeiro jogo da Copa do Brasil
Matheus Dantas
Com Hulk decisivo, Atlético-MG vence o Flamengo no primeiro jogo da Copa do Brasil


No primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil, entre Atlético-MG e Flamengo, venceu o time que foi mais eficiente ao longo dos 90 minutos: o Galo. Com menos posse de bola e finalizações, a equipe de Turco Mohamed contou com Hulk, autor de um gol e uma assistência, para fazer 2 a 1 no Mineirão. Os demais gols da partida foram de Ademir e de Lázaro.

+ Veja as datas e os confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil!

Com o resultado desta quarta, em Belo Horizonte, o Galo jogará por um empate no jogo do Rio de Janeiro. Já uma vitória por um gol de diferença do Flamengo levará a decisão para a disputa por pênaltis.

A volta será no Maracanã, em 13 de julho. Antes, os times disputam três rodadas do Brasileirão e as oitavas de final da Libertadores : o Galo enfrenta o Emelec (EQU); o Flamengo duela com o Tolima (COL).

DE COBERTURA, HULK EXPLODE O MINEIRÃO!

A tensão de um mata-mata estava no ar desde o apito inicial, mas coube a Hulk, aos seis minutos, transformar a tensão em energia. Mariano deu mais uma assistência e, aproveitando o erros dos zagueiros, o camisa 7 encobriu o goleiro Diego Alves: 1 a 0 aos seis minutos. O gol fez a já empolgada torcida atleticana cantar mais alto.

POSSE DE BOLA E DECISÕES ERRADAS DO FLA

Apesar do apoio das arquibancadas, a finalização de Hulk acabou sendo a única certa do time de Turco Mohamed antes do intervalo. Por outro lado, a equipe de Dorival Jr chutou sete vezes, mas só Andreas Pereira acertou a meta. Todas as demais foram para fora.

A falta de pontaria e a desatenção ofensiva que resultou em mais um gol adversária marcaram os 45 minutos iniciais do Flamengo. Com dificuldade para transformar a posse de bola em chances reais, os jogadores foram caindo de rendimento à medida que o tempo passou. No fim, passou a oferecer contra-ataques ao Galo, e teve que apelar para as faltas: foram três cartões entre os minutos 41 e 45.

CENÁRIO SE REPETE E ADEMIR AMPLIA!

Sem mudanças no intervalo, o panorama da partida seguiu o mesmo no inicio da etapa final. Assim, em mais um contra-ataque oferecido pelo Flamengo, que teve o escanteio e, no rebote, a posse de bola com Matheuzinho. Em mais um erro, Nacho acionou Hulk, que levou pela esquerda e se livrou de dois marcadores antes de cruzar na cabeça de Ademir. Livre, o camisa 19 ampliou, de cabeça, aos nove.

Os minutos seguintes foram de um Galo mais próximo de marcar o terceiro do que do Flamengo descontar, e Dorival Júnior apostou em Rodinei, Lázaro e Pedro, substituíndo Matheuzinho, Everton e Arão. Quem quase marcou no minuto seguinte, contudo, foi Nacho, após mais uma jogada individual de Hulk. Dessa vez, Diego Alves pegou.

Aos 29, o Atlético chegou mais uma vez com perigo. Após jogada de Hulk e Ademir, Allan ficou com a sobra e obrigou o camisa 1 do Flamengo a trabalhar novamente. O terceiro gol do Galo parecia questão de tempo, mas foi o Rubro-Negro quem descontou aos 31.

LÁZARO MARCA E MANTÉM FLAMENGO VIVO!

Últimas cartadas de Dorival, Ayrton Lucas e Thiago Maia haviam acabado de entrar quando Rodinei foi à linha de fundo e cruzou. A bola atravessou a área até Lázaro, que completou de primeira: 2 a 1. Foi a oitava finalização do Rubro-Negro - apenas a segunda certa.

Assim como na maior parte do jogo, os minutos finais foram de bola do Fla, mas de poucas chances reais. Na base do "abafa", os cariocas tentaram a pressão, mas não conseguiram o empate. E mais, o Galo não ampliou porque Calebe acertou o pé da trave, já nos acréscimos.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2X1 FLAMENGO


Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e hora: 22 de junho de 2022, às 21h30
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (FIFA/SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA/SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)
Renda/Público: R$ 2.113.078,00 / 53.953 pagantes

Gols: Hulk (1-0, 6'/1ºT), Ademir (2-0, 9'/2ºT) e Lázaro (2-1, 32'/2ºT)

Cartão amarelo: Ademir e Everson (CAM); Everton Ribeiro, Andreas Pereira, Pablo (FLA)
Cartão vermelho: Não houve.

ATLÉTICO-MG (Técnico: Turco Mohamed)

Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Otávio e Nacho Fernández (Calebe, 38'/2ºT); Keno (Ademir, 33'/1ºT), Vargas (Rubens, 17'/2ºT) e Hulk

FLAMENGO (Técnico: Dorival Júnior)

Diego Alves; Matheuzinho (Rodinei, 21'/2ºT), Rodrigo Caio, Pablo e Filipe Luís (Ayrton Lucas, 30'/2ºT); Willian Arão (Lázaro, 21'/2ºT) , João Gomes e Andreas Pereira (Thiago Maia, 30'/2ºT); Everton Ribeiro (Pedro, 21'/2ºT), Arrascaeta e Gabigol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários