Fluminense encara o Avaí com mudanças na escalação, histórico ruim e pressão em sequência no Rio
Lance!
Fluminense encara o Avaí com mudanças na escalação, histórico ruim e pressão em sequência no Rio


Rumo ao G4 ou com medo do Z4? O Fluminense de Fernando Diniz ainda não definiu bem qual é a briga neste momento, mas volta a entrar em campo neste domingo, às 19h, no Maracanã, para tentar engatar uma boa sequência em casa. Para isso, o treinador deve promover uma mudança importante na equipe com a entrada do volante Nonato, destaque do time no decepcionante empate com o América-MG na última rodada.

É provável que Nonato entre na vaga de Wellington, que fica no banco com a volta de André após suspensão. Esta será a segunda oportunidade do jogador como titular desde a chegada de Diniz. Ele também iniciou diante do Oriente Petrolero (BOL), quando acabou sendo expulso. Em 22 jogos na temporada, o ex-Internacional saiu do banco de reservas 13 vezes. Ele também tem três gols e quatro assistências até aqui.

- Não sei se o termo é "pedir passagem". Ele entrou bem. O Nonato é um dos jogadores que já tentei levar em três outros clubes que trabalhei, então é um que eu gosto. Ele está sempre na minha cabeça uma hora ou outra para jogar, iniciar as partidas. Como outros, o próprio Martinelli, que é outro que gosto muito, fez uma grande partida contra o Oriente Petrolero. É muito bom ter entrado bem porque gera confiança e é mais uma opção que já era, mas é bom entrar bem - avaliou Diniz após a partida com o América-MG.

Veja a tabela da Série A do Brasileirão

​Mas a partida promete ser complicada. Além do adversário chegar de duas vitórias consecutivas, o Flu não vence desde 2017. São três derrotas e um empate nos jogos de 2018 e 2019 pelo Brasileirão. No total do confronto, vantagem do Tricolor, que levou a melhor 10 vezes, além de quatro empates e cinco vitórias do Avaí.

Por fim, há uma enorme pressão pelos resultados. A partir deste domingo, o Flu disputa cinco partidas no Rio de Janeiro, sendo cinco como mandante e uma como visitante no clássico com o Botafogo. Além de tentar lotar o estádio (até o momento passam de 13 mil ingressos vendidos), outro desafio é melhorar o aproveitamento em casa. Atualmente o Tricolor tem a quinta pior campanha como mandante do Brasileirão com só 38,8%, empatado com Botafogo e Goiás e só à frente de Cuiabá (33,3%), Juventude (23,8%), Ceará (20%) e Fortaleza (19%).

O Flu iniciou a rodada com 15 pontos e na 11ª posição. O Atlético-GO, que abre a zona, tem 13, enquanto o Atlético-MG, em sexto, tem 18. O Tricolor venceu apenas uma vez nas últimas cinco rodadas e tenta reabilitação antes do confronto de ida da Copa do Brasil na próxima quinta-feira, contra o Cruzeiro, em casa, às 19h.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários