Sport sai na frente, mas Náutico arranca empate em clássico pela Série B
Futebol Latino
Sport sai na frente, mas Náutico arranca empate em clássico pela Série B


No clássico pernambucano pelo Brasileirão Série B, Náutico e Sport só pensavam na vitória antes da bola rolar no Estádio dos Aflitos, em Recife. Em jogo equilibrado e bastante movimentado, Kayke, ainda na etapa inicial, abriu a contagem para o Leão, mas Richard Franco, no segundo tempo, igualou para o Timbu fechando a conta em 1 a 1.

Com o resultado, a equipe comandada por Roberto Fernandes ficou na 16ª colocação, agora com 13 pontos. Já a equipe treinada por Gilmar Dal Pozzo acabou ficando na 5ª posição, com 20 pontos, tropeço esse que custou sua vaga no G4.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

JOGO EQUILIBRADO NO INÍCIO

Com a confirmação de que o clássico seria disputado sem o VAR por conta de problemas técnicos, o Sport tentou manter mais a posse de bola nos primeiros movimentos. Entretanto, em termos de ações, os dois times buscavam o gol a todo minuto, com a melhor chance saindo dos pés de Kieza, aos 14 minutos, mas a tentativa do atacante acabou indo para fora por muito pouco.

Na sequência, o Timbu passou a ditar mais o ritmo. Porém, não muito diferente do panorama nos minutos atrás, apesar de criar boas chances, esbarrou tanto na falta de pontaria, quanto no goleiro Maílson, que mostrava segurança debaixo das traves.

LEÃO ENCONTRA SEU GOL AINDA NA PRIMEIRA ETAPA

Tentando encontrar espaços para atacar, o Sport, aos 34, se deu bem. Após cobrança de Juba para área, Rafael Thyere cabeceou na trave, sobrando para Kayke abrir a conta nos Aflitos.

Melhorando após seu tento, os visitantes seguiram melhores. Porém, até a reta final, apesar das chances que apareciam, acabou desperdiçando todas para frustração do técnico Gilmar Dal Pozzo.

NÁUTICO BUSCA O EMPATE

Assim como foi na primeira etapa, tanto o Náutico, quanto o Sport, no início do segundo tempo, buscavam o gol a todo momento. Entretanto, até meados dos 12 minutos, era o Leão quem controlava o jogo, apesar de Jean Carlos, por parte do Timbu, seguir criando e assustando o goleiro Maílson.

Com algumas alterações promovidas pelos dois comandantes, quem mostrou uma evolução foi o alvirrubro. Até os 25 minutos, teve boas chances através de Jean Carlos, Pedro Vitor e companhia, porém sem conseguir converter em gol.

TIMBU MOSTRA FORÇA E EMPATA

Depois das oportunidades perdidas, aos 34 minutos, finalmente os donos da casa fizeram a alegria de sua torcida. Após receber de Victor Ferraz, Richard Franco girou e batendo com a bola tocando na trave antes de entrar.

Embalado pelo tento marcado, o Náutico partiu em busca da virada. Porém, mesmo com os acréscimos, outra vez não teve êxito nas finalizações, dando a deixa para a arbitragem finalizar o duelo nos Aflitos.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO 1x1 SPORT

Data e horário: 18/06/2022 - 18h30 (de Brasília)
Local: Estádio dos Aflitos, em Pernambuco (PE)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Daniel do Espírito Santo Parro (RJ)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Cartões amarelos: Rafael Thyere, 28'/1ºT; Carlão, 36'/1ºT; Ezequiel, 28'/2ºT

Gols: Kayke, 34'/1ºT (1-0); Richard Franco, 29'/2ºT (1-1)

NÁUTICO: Lucas Perri; Victor Ferraz, Carlão, Bruno Bispo e João Paulo (Júnior Tavares, aos 13'/2ºT); Ralph (Geuvânio, aos 36'/2ºT), Rhaldney (Tássio, aos 13'/2ºT), Richard Franco, Jean Carlos e Pedro Vitor (Niltinho, 25'/2ºT); Kieza (Amarildo, aos 13'/2ºT). (Técnico: Roberto Fernandes)

SPORT: ​Maílson; Ezequiel, Rafael Thyere, Sabino e Sander; Fabinho, Bruno Matias (Pedro Naressi, no intervalo), Janderson (Thiago Lopes, 18'/2ºT), Giovanni (Bill, aos 26'/2ºT), Luciano Juba; Kayze (Parraguez, 26'/2ºT). (Técnico: Gilmar Dal Pozzo)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários